Você está em:

Comunidade celebra beatificação de bispo sírio-católico

A Comunidade siríaca-católica participa de Missa em Ação de Graças, no próximo domingo, dia 30, às 11h, pela beatificação de dom Flaviano Michele Melki, bispo martirizado durante o genocídio assírio.

A celebração será na Igreja Sagrado Coração de Jesus (Siríacos Católicos) – Av. Carandaí, 1010 – bairro Funcionários.

O bispo será proclamado beato durante uma liturgia solene no convento patriarcal de Nossa Senhora da Libertação, em Harissa, no Líbano,  sábado, 29. A cerimônia será presidida pelo patriarca sírio-católico, Ignatius Youssef III e cerimônia contará com a presença de líderes de outras igrejas cristãs orientais. O decreto de beatificação, assinado pelo papa Francisco, será lido pelo cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos.   

Dom Flaviano Michele Melki

Nascido em 1858, dom Flaviano Michele Melki foi ordenado bispo em 1913. Sempre viveu em extrema pobreza,
chegando até a vender suas vestes litúrgicas para ajudar os mais necessitados. Em agosto de 1915, foi preso
pelas autoridades otomanas em Djezireh, na atual Turquia, durante os massacres contra armênios e comunidades cristãs por parte dos chamados “Jovens Turcos”. E, em seguida, assassinado por não renunciar à sua fé e aderir ao Islã. 

VEJA TAMBÉM