Você está em:

Colégio Santa Maria Medianeira: dom João Justino celebra o início das atividades

 
Uma Missa presidida pelo bispo auxiliar dom João Justino de Medeiros Silva, na noite de sábado, dia 8, celebrou o início das atividades do Colégio Santa Maria Medianeira. 
 
Famílias, alunos, funcionários do Colégio Santa Maria e fiéis da Paróquia Nossa Senhora Medianeira e Santa Luzia, bairro Santa Efigênia,  participaram da Missa concelebrada pelos padres Bernardino Batista Santos, Edecildo Prado da Silva e José Fernando de Mello.
 
Dom João Justino disse que a celebração é uma oportunidade de agradecer à Deus pela continuidade do Colégio Santa Luzia, importante trabalho que a Paróquia iniciou há 25 anos e que agora torna-se a nona unidade do Colégio Santa Maria. Sobre a importância da educação na formação do ser humano, dom João Justino lembrou que “o caminho para educar é ajudar o outro a se tornar gente. Ensinar para a criança aquilo que é Jesus” . E ainda ressaltou que saber colocar limites também é educar. “É formar um ser humano melhor.”
 
A Paróquia Nossa Senhora Medianeira e Santa Luzia iniciou as obras sociais há 31 anos. De acordo com o pároco, padre Bernardino, a assistência social sempre foi prioridade. O Colégio Santa Luzia foi criado para ser uma escola católica preocupada com a integração das famílias, a Evangelização e o amor.
 
Colégio Santa Maria
 
Comprometido com a dignidade humana e com a formação integral de crianças e jovens à luz dos valores cristãos e princípios éticos, a instituição tornou-se uma referência.  
 
Primeiro colégio da capital mineira, que em 2013 completou 110 anos de história, o Colégio Santa Maria conta agora com nove unidades (Betim, Cidade Nova, Contagem, Coração Eucarístico, Floresta,  Liceu Santa Maria Imaculada, Nova Suíça e Pampulha e o Santa Maria Medianeira, no bairro Santa Efigênia).