Você está em:

Centenário da igreja dedicada à Padroeira de Belo Horizonte, Nossa Senhora da Boa Viagem

O templo edificado no marco zero de Belo Horizonte, hoje Santuário Arquidiocesano da Santíssima Eucaristia – Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem celebra um século de sua inauguração em 2023. O ano jubilar será iniciado, com programação especial dedicada aos 100 anos de história, no dia 8 de dezembro, Festa da Imaculada Conceição, com Missa presidida pelo bispo auxiliar dom Geovane Luís da Silva, às 11h.

A atual igreja, que celebra 100 anos de história, é a terceira edificação dedicada à Padroeira de Belo Horizonte, Nossa Senhora da Boa Viagem. O antigo povoado Arraial Curral Del Rey foi construído ao redor de uma pequena capela, construída para receber a imagem da Padroeira, vinda de Portugal. Depois, a capela, pequena para reunir os devotos, foi demolida para a construção de uma igreja maior. Mas, para a construção de Belo Horizonte, a primeira cidade planejada do País, todo o Arraial foi demolido, incluindo a sua igreja matriz. Com a nova capital, foi edificada a atual igreja, inaugurada em 8 de dezembro de 1923.

Linha do tempo

Início do século 18 – Uma capela de pau-a-pique é construída pelo português Francisco Homem del Rey para abrigar a imagem de Nossa Senhora da Boa Viagem.

Meados do século 18 – A pequena capela foi substituída por uma igreja maior. Essa igreja-matriz foi demolida no século 19, junto com o antigo Arraial Curral Del Rey.

8 de dezembro de 1923 – Inauguração da atual igreja, edificada em estilo neogótico, que abriga a imagem da Padroeira de Belo Horizonte.

31 de outubro de 1937 – Sob os cuidados dos padres sacramentinos, a Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem passa a receber fiéis durante 24h, dia e noite, para a adoração perpétua à Santíssima Eucaristia.

8 de dezembro de 2022 – Abertura do Ano Jubilar dedicado aos cem anos da inauguração da Igreja.