Você está em:

Celebração Penitencial do Clero

Padres da Arquidiocese de Belo Horizonte se preparam para a Páscoa do Senhor

Cerca de 300 padres da Arquidiocese de Belo Horizonte realizaram a Caminhada Penitencial no  Santuário Estadual Nossa Senhora da Piedade, em Caeté.  A tranqüilidade e a arquitetura divina fazem do local ambiente propício para oração e reflexão. Eles que sempre ouvem os fiéis, nesse dia confessam-se  uns  com os outros, como forma de purificação, e renovam os votos. Assim, preparam-se para  vivenciar  cada momento da Semana Santa e celebrar a ressurreição de Cristo, no domingo de Páscoa.

Inspirados pela calma e o silêncio do Santuário Ecológico Mariano, os padres se dividiram em duplas, espalhados pela igreja ou do lado de fora do templo, dedicando esse momento à interiorização e reconhecimento das próprias faltas.  Ao retornarem, entoram um canto de misericórdia e louvor e receberam a absolvição, concedida pelo arcebispo, dom Walmor Oliveira de Azevedo.
   
A Celebração Eucarística foi presidida por dom Walmor e concelebrada pelos bispos auxiliares dom Joaquim Mol, dom João Justino, dom Luiz Gonzaga Fechio, dom Wilson Angotti e pelo reitor do Santuário Estadual Nossa Senhora da Piedade, Padre Nédio Lacerda.  

O arcebispo destacou a importância de se prestar, prioritariamente e qualitativamente, um serviço sacerdotal voltado para os mais pobres, para os enfermos e os jovens. “Que Deus nos ajude para que possamos colaborar efetivamente com os mais necessitados. A Semana Santa é tempo de um serviço missionário e evangelizador qualificado. E que assim, cresça em nós o serviço da fraternidade”, afirmou.

Após a proclamação do Evangelho, dom Fechio ressaltou: “A nossa especialidade deve ser o amor, devemos permitir que o amor nos ilumine, que ele seja  como um clareamento daquilo que a sombra do pecado está ofuscado. O brilho não é nosso, mas do próprio amor. Permitamos que o amor nos restaure”.