Você está em:

Catequese Renovada (II) : o processo permanente de educação da fé

A Catequese é para a vida toda. Inicia-se no ventre materno e prossegue durante todas as fases de nossa existência. Nascimento, infância, puberdade, adolescência, juventude, fase adulta, terceira idade, até o encontro definitivo com o Pai. A partir desta constatação, refletiremos sobre a 3ª Característica da Catequese Renovada, nesta série de artigos em comemoração aos 30 anos de publicação desse importante documento da Igreja.

Vivemos o processo de conversão contínua, numa incessante e incansável busca de Deus. Ele abrange todos os fatos, acontecimentos e circunstâncias. A participação na vida comunitária garante a permanente educação da fé. Como discípulos e missionários de Jesus Cristo sejamos modelos, espelhos que testemunham o mestre. Juntemo-nos fraternalmente aos outros discípulos a fim de formar novas comunidades, criar comunhão e participar  da vida comunitária, empenhando-nos na liberdade do Homem.

Os responsáveis pela educação da fé devem dar testemunhos de vida sendo alegres, livres, com metas positivas e transmitindo mensagens para o futuro com ousadia e inovação. Ser cristão é viver sempre em comunhão com o outro, na vivência comunitária. As dificuldades que encontramos devem ser percebidas como processo de crescimento que nos convida à renovação constante.

Sigamos a orientação do apóstolo Paulo (1 Ts 5,21 – 22)  quando ele afirma: “Examinem tudo e fiquem com o que é bom”. “Fiquem longe de toda a espécie do mal.”

Assim, nos preparamos para vivenciar a 4ª Característica da Catequese Renovada: A Catequese Cristocêntrica. Ela conduz ao centro do Evangelho (Querigma), à conversão, à opção por Jesus Cristo que nos revela o Pai, no Espírito Santo (dimensão trinitária, e ao seu seguimento). A Catequese está a serviço da pessoa humana em sua situação concreta (dimensão antropológica). Por isso, ela educa para a vivência do Mistério daquele que revelou o homem ao homem, o novo Adão, Jesus Cristo. A tarefa principal da catequese é apresentar Cristo, e todo o resto em referência a Ele. O essencial ela favorece, ou seja: o seguimento de Cristo.

 

A Catequese Cristocêntrica conduz ao centro do Evangelho, à conversão, à opção por Jesus Cristo que nos revela o Pai, no Espírito Santo.

O mistério de Cristo é a referência central que ilumina todos os outros elementos. Jesus, a revelação de Deus, mostra por sua vida o que é salvação. Salvação do homem, em todas as suas dimensões, e de todos os homens. Veio inaugurar o Reino. Ele, que é o Caminho, a Verdade e a Vida, nos ensina a irmos ao encontro do Pai e do Espírito Santo. O Catequista deve buscar essa intimidade com Jesus, aprofundando o que já  viu sobre Ele e alimentando-se dele com mais frequência na Eucaristia. Pois é Ele  a razão de nosso trabalho Catequético, de nossa vida.

Maria José Gomes
 Comissão Arquidiocesana de Catequese de BH