Você está em:

Boas-vindas a dom João Justino

Com a presença de muitos fiéis, religiosos, padres e bispos, foi realizada na manhã deste sábado a Celebração Eucarística que deu início ao ministério episcopal do novo bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, dom João Justino de Medeiros Silva. A Celebração foi presidida pelo arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, no Santuário São Judas Tadeu, com transmissão ao vivo da TV Horizonte e Rádio América, emissoras que integram a Catedral – Rede de Comunicação Católica da Arquidiocese de Belo Horizonte.

Durante a homilia, baseada no capítulo 58 de Isaías, dom Walmor disse que os ensinamentos do profeta ajudam a compreender o tempo presente, “também um tempo de exílio”. O Arcebispo lembrou que o século XX, que terminou há pouco mais de uma década, é considerado por historiadores e demais estudiosos como o mais violento da humanidade. Explicou que embora tenham ocorrido grandes avanços no campo tecnológico e até na esfera política, o mundo perdeu em espiritualidade e fraternidade. “Nós continuamos com muitos pobres, marginalizados, distantes da vivência fraterna”.

 

Dom Walmor afirmou que a Igreja, congregando todo o povo de Deus, tem como tarefa missionária e profunda restaurar as raízes da humanidade e citou o profeta Isaías, que indica o caminho da mudança: “Se, pois, tirares do teu meio toda espécie de opressão, o dedo que acusa e a conversa maligna, se entregares ao faminto o que mais gostarias de comer, matando a fome de um humilhado, então a tua luz brilhará nas trevas”.

No fim da homilia, o Arcebispo, dirigindo-se a dom João Justino, disse que a Arquidiocese de Belo Horizonte é uma verdadeira escola “com sua história, o testemunho de seus pastores e de todo povo de Deus”. E concluiu: “Dom João Justino, você veio para que juntos, na força do testemunho da luz, consigamos cumprir melhor a nossa tarefa de ajudar o mundo a abrir-se ao amor de Deus. Venha com alegria. Deus seja louvado pelo seu sim”.

Antes da bênção final, o vigário episcopal da Região Episcopal Nossa Senhora da Piedade (RENSP), padre José Marcilon da Silva, saudou o novo bispo auxiliar: ” O senhor chega em boa hora, no momento em que iniciamos as atividades da IV Assembleia do Povo de Deus. Aqui o senhor vai encontrar um povo de boa vontade, gente boa e Igreja feliz. Minha gratidão ao dom Walmor pela vinda do senhor a quem quero fazer um pedido especial: devote tempo e amor às crianças, aos jovens, sofredores e pobres. Dom Justino, sinta-se em casa, conte conosco.” Em seguida, o padre José Marcilon o presenteou com um livro sobre a Região Episcopal.

 

Dom João Justino agradeceu a acolhida de todos. Dirigindo-se especialmente aos fiéis da Arquidiocese de Juiz de Fora, manifestou gratidão pela amizade e carinho. Voltando-se aos fiéis, padres, religiosos e bispos da Arquidiocese de Belo Horizonte disse: “À Igreja de Belo Horizonte, quero aqui desdobrar-me para servir a Cristo que se faz presente em cada um de vocês”.

 

Dom Walmor encerrou a Celebração Eucarística com a Consagração à  Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Minas Gerais. Os milhares de fiéis deixaram o Santuário São Judas Tadeu cantando o hino à Padroeira.

Clique aqui e veja as fotos do evento

Veja a reportagem da TV Horizonte