Você está em:

Bispos participam de retiro espiritual durante assembleia da CNBB

Encerrou-se com celebração da Eucaristia, neste domingo, dia 14 de abril, o retiro espiritual dos bispos participantes da 51ª Assembleia Geral da CNBB. O pregador do retiro foi o bispo de Porto Velho (RO), dom Esmeraldo Barreto de Farias.

O tema para a reflexão foi “O Bispo, mestre e testemunha da fé”. Três meditações foram dirigidas por dom Esmeraldo ao grupo de mais de 360 bispos presentes no centro de eventos da Basílica de Aparecida.

Na primeira meditação de dom Esmeraldo, na tarde do sábado, 13 de abril, ele afirmou que “Um bispo encontra a sua identidade e o seu lugar no seio da comunidade dos discípulos do Senhor, onde recebeu o dom da vida divina e a primeira instrução na fé. Sobretudo quando da sua cátedra episcopal exerce na presença da assembleia dos fiéis a sua função de mestre na Igreja, cada Bispo deve poder repetir como santo Agostinho: ‘Se se considerar o lugar que ocupamos, somos vossos mestres; mas, pensando no único Mestre, somos condiscípulos vossos na mesma escola”. Na Igreja, escola do Deus vivo, Bispos e fiéis são todos condiscípulos e todos têm necessidade de ser instruídos pelo Espírito”.

Com essa experiência de oração, os bispos encerram a primeira fase dos trabalhos desse encontro anual.

Durante a semana que contou, praticamente, com três turnos diários de atividades, os bispos deram início aos debates em torno do tema central da assembleia: “comunidade de comunidades: uma nova paróquia”. Os outros dois temas que estão sendo aprofundados, “Questão Agrária” e “Diretório da Comunicação” também foram amplamente discutidos e voltam ao plenário nesta última semana. A assembleia dos bispos termina no próximo dia 19, sexta-feira.