Você está em:

Arquidiocese de Belo Horizonte promove atividades de educação patrimonial para estudantes

A Arquidiocese de Belo Horizonte promove atividades de Educação Patrimonial para estudantes de Caeté, com palestras expositivas sobre a importância do patrimônio cultural religioso de Minas Gerais.

A ação educativa é desenvolvida desde 2019 pelo Memorial da Arquidiocese de BH e integra o projeto “Museu vai à escola” em parceria com a Secretaria de Educação de Minas Gerais, em instituições de ensino da cidade de Caeté. Neste ano, o projeto foi desenvolvido com os alunos do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental, durante a Primavera dos Museus, nos meses de agosto e setembro.

Para a professora e coordenadora do departamento Arquidiocesano de Ensino Religioso, Maria Aparecida de Oliveira, é muito enriquecedor e interessante ver como os estudantes estão interessados em conhecer sobre a preservação do patrimônio material e imaterial. “É um trabalho muito rico tanto para nós que estamos desenvolvendo o projeto como para eles, sendo uma experiência única vê-los tão interessados em aprender, pesquisando e apresentando os trabalhos em sala de aula”, afirma.

Durante as palestras educativas “Memória e patrimônio cultural” ministradas pela historiadora do Museu da Arquidiocese de BH, Luciana da Silva Araújo e  pela estagiária e estudante de História da PUC Minas, Louise Aimee de Souza, os estudantes tiveram a oportunidade de aprender sobre referenciais simbólicos do patrimônio material e imaterial do município e alguns mecanismos de proteção e salvaguarda dos bens e a apresentação da riqueza do patrimônio sacro presente na cidade. Além disso, foram realizadas importantes reflexões a respeito da valorização dos bens e práticas culturais, identificando e discutindo as referências relativas à memória coletiva.