Você está em:

Anunciado novo Papa Jorge Mario Bergoglio


Aos 76 anos, o cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio foi eleito, na tarde desta quarta-feira, dia 13, o novo chefe da Igreja Católica.

O anúncio foi feito pelo cardeal Jean-Louis Tauran. Depois do anúncio de seu nome como novo pontífice, o jesuíta Jorge Mario Bergoglio se apresentou no Vaticano, já com as vestes papais. A multidão aclamou o novo Papa, que escolheu o nome de Francisco.

O sucessor de Bento XVI é o 50.º Papa da Igreja Católica nos últimos 500 anos, desde a eleição de Leão X a 19 de março de 1513. O primeiro Papa latino-americano.

Em seu pronunciamento, o Papa Jorge Mario fez uma oração pelos fiéis e em especial por Bento XVI na Praça de São Pedro e recitou “Ave Maria” e o “Glória”: “Vocês sabem que o dever do Conclave era de dar um bispo para Roma; parece que meus irmãos foram buscá-lo no fim do mundo. Mas, estamos aqui. Obrigado pela acolhida. “Agora começamos este caminho, bispo e povo, um caminho de fraternidade, de amor, de confiança entre nós. Rezemos sempre por nós, um pelo outro, por todo mundo, para que seja uma grande fraternidade. Desejo que esse caminho da Igreja que hoje começamos seja frutuoso para a evangelização desta bela cidade. Peço um favor a vocês: antes que o bispo abençoe o povo, peço que rezem ao Senhor para que me abençoe. Em silêncio, façam esta oração sobre mim”. Depois da bênção “Urbi et Orbi” ainda voltou a pedir: “ Rezem por mim . Nós veremos logo. Amanhã, quero ir rezar para pedir à Nossa Senhora para que proteja toda Roma. Bom repouso”, disse o novo Papa.

Papa Jorge Mario Bergoglio

O novo pontífice nasceu em Buenos Aires, na Argentina, em 17 de dezembro de 1936. O Papa jesuíta se formou como técnico químico, mas depois escolheu o sacerdócio e entrou para o seminário de Vila Devoto. Em 11 de março de 1958, passou para o noviciado da Companhia de Jesus. Completou os estudos humanistas no Chile e em 1963, de volta a Buenos Aires, formou-se em Filosofia na Faculdade de Filosofia do colégio máximo São José de São Miguel.

 Veja o pronunciamento do Arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo clicando aqui.