Você está em:

Ano da Vida Consagrada: Missa em BH marca início das atividades da CRB (MG)

Uma Missa presidida pelo bispo auxiliar dom Luiz Gonzaga Fechio na Paróquia São José, na noite de quinta-feira, dia 6, marcou o início das atividades do Ano da Vida Consagrada, anunciado pelo Papa Francisco para 2015. A Missa, que reuniu centenas de consagrados e consagradas,  foi concelebrada por oito padres das congregações Marista, Escolápios, Redentorista e Sacramentinos.

Dom Luiz Fechio disse que é maravilhoso poder reunir tantos carismas, hábitos e histórias em uma celebração. Que é preciso valorizar esta diversidade e aprender a lapidar, cada vez mais a jóia que existe dentro de cada um. Para assim, fazer diferença na vida daqueles que estão perto ou que necessitam desta presença.  “Celebramos aqui o início das atividades dessa grande família, de muitas casas, muitos Santos e Santas. Jesus nos fala para sermos discípulos e discípulas missionários onde quer que estejamos. Por isso, tenham uma vida religiosa particular, especial. Sejamos todos nós consagrados numa vida religiosa baseada Naquele que nos escolheu, que nos chamou e nos enviou”.

A Confererência dos Religiosos congrega mais de 36.400 religiosos e religiosas no Brasil. Em Minas Gerais, são mais de 5 mil. neste mês de fevereiro,  a Conferência Regional, completa 60 anos de atuação em Minas Gerais e inicia a preparação das celebrações do Ano da Vida Consagrada, que têm início em  outubro de 2014, com uma jornada mundial “Pro Orantibus” e uma assembleia plenária da congregação para todos os institutos de vida consagrada e as sociedades de vida apostólica. O tema será “A novidade da vida consagrada a partir do Vaticano II”. No decorrer do ano, serão realizados encontros internacionais e celebrações valorizando os votos da consagração, além da atualização de documentos relacionados com a autonomia e clausura das religiosas contemplativas, com a vida em missão, bem como com a gestão de bens por parte dos consagrados.

Vida Consagrada

A Vida Consagrada é uma resposta livre a um chamamento particular de Cristo, mediante a qual os consagrados se entregam totalmente a Deus e tendem para a perfeição da caridade sob a moção do Espírito Santo. Os consagrados, podem ser leigos ou clérigos, homens ou mulheres que, normalmente vivem em ordens religiosas e congregações ou em institutos seculares. Na Igreja Católica existem vários institutos de vida religiosa, como os agostinianos, beneditinos, carmelitas, cartuxos, celestes, clarissas, concepcionistas, franciscanos e tantas outras comunidades de frades, freiras, monges e monjas católicos.

As novas comunidades também reúnem homens e mulheres que nas últimas décadas vem “consagrando suas vidas a Cristo” em associações privadas de fiéis. Cada forma de Vida Consagrada tem um carisma próprio, de viver um ou mais aspectos do Evangelho de Jesus Cristo numa forma radical e ampla e ainda professar os conselhos evangélicos da pobreza, obediência e castidade como algo próprio e comum de todas as formas de Vida Consagrada.