Você está em:

Aniversário de BH: Santa Maria, o primeiro colégio da capital mineira

A história do Colégio Santa Maria se mistura com a própria história da cidade de Belo Horizonte, que está completando 115 anos no dia 12 de dezembro.

Os fundadores da capital, tendo à frente o Conselheiro Afonso Pena, decidiram procurar condições para a fundação de um Colégio para a educação de suas filhas. Até então, elas estudavam na distante Petrópolis. A intermediação do Barão do Rio Branco, Ministro das Relações Exteriores, resultou na vinda das Irmãs Dominicanas, de Sévres, na França.

Em 20 de julho de 1903, autoridades e famílias belo-horizontinas receberam as Irmãs francesas, Mère Cólombe, Mère Marie Pauline, Mére Maria Gabrielle e Soeur Jeanne du Rosarie, com o Capelão Père Henri Mothon, para fundarem o primeiro Colégio da nova Capital – o Santa Maria.

A primeira sede do Colégio Santa Maria foi no palacete Antônio Olinto, onde hoje se localiza a Igreja Nossa Senhora de Lourdes. A segunda sede foi no palacete do Conde de Santa Marinha, perto da Estação Rodoviária. O Colégio Santa Maria instalou-se em sua sede definitiva, em 22 de maio de 1909, na área das ruas Pouso Alegre e Jacuí, na Floresta, onde desenvolveu e ampliou suas atividades.

Hoje, com oito unidades, a instituição de ensino católica, vinculada à Arquidiocese de Belo Horizonte e mantida pela Sociedade Mineira de Cultura, ainda conserva o comprometimento com a dignidade da pessoa humana e com uma formação escolar pautada nos valores cristãos e da família.

Conheça o Colégio Santa Maria, clique aqui.