Você está em:

#SolidariedadeEmRede: famílias recebem o amparo de iniciativa que reúne paróquias da Arquidiocese de BH

As paróquias da Arquidiocese de Belo Horizonte têm se organizado neste tempo de pandemia para oferecer ajuda aos mais pobres. O apoio emergencial é oferecido aos que enfrentam problemas de saúde e também a quem sofre o impacto da grave crise econômica desencadeada pela pandemia. Doações de cestas básicas, orientações sobre direitos, amparo psicológico e espiritual são alguns serviços disponibilizados, em diferentes regiões da Capital Mineira e de sua região metropolitana de Belo Horizonte.

Saiba como participar

O Vicariato Episcopal para Ação Social, Política e Ambiental da Arquidiocese de Belo Horizonte, a serviço das paróquias no desenvolvimento de ações solidárias, é referência para os que desejam integrar esta rede. De acordo com o vigário episcopal para Ação Social, Política e Ambiental da Arquidiocese, padre Júlio Amaral, o vicariato contribui para aproximar as paróquias e, assim, favorecer, a partilha de experiências. “A rede mantida pelo Vicariato também é importante ponto de apoio para que as paróquias encontrem soluções para seus muitos desafios no amparo aos mais pobres”, explica o sacerdote.

Importante:

1) Os donativos passam por processos de limpeza e ficam armazenados por três dias, tempo necessário para evitar eventuais contaminações pela covid-19, conforme orientação das autoridades de saúde.

2) Voluntários recebem equipamentos de segurança e são orientados para permanecerem em segurança e, ao mesmo tempo, evitarem a propagação do novo coronavírus.

VOLUNTÁRIOS:

Deseja ajudar? Preencha o formulário disponível neste link: http://encurtador.com.br/nuCF1

 

DOAÇÕES ELETRÔNICAS

Faça a transferência e envie o comprovante para o e-mail financeiro@providens.org.br ou para o WhatsApp, no número (31) 98978.9390:

• Mitra Arquidiocesana de Belo Horizonte
Banco do Brasil – Conta corrente: 45 325 – 0 / Agência 3495 – 9 (CNPJ: 17.505.249/0280-80)

• Providens – Ação Social Arquidiocesana
Banco Itaú – Conta corrente: 04152-6 , Agência 1403, (CNPJ – 17.272.998/0001-86)

 

PONTOS DE DOAÇÃO:

Para a entrega de donativos (alimentos, produtos de higiene, agasalhos e cobertores) e o cadastro de voluntários (pessoas dispostas a ajudar na separação e entrega das doações, psicólogos, advogados e outros especialistas que possam doar seus serviços aos pobres):

• Basílica Nossa Senhora de Lourdes – rua Espírito Santo, 1573 – estacionamento do Edifício Claret – De segunda a sexta-feira das 8 às 17h – Telefone: 3213-4556

• Catedral Cristo Rei, Av. Cristiano Machado, 11910, bairro Juliana. Observação: donativos devem ser entregues ao porteiro na Rua Campo Verde, 150.

• Colégio Espanhol Santa Maria Minas – Unidade Cidade Nova – Rua Prof. Costa Chiab, 15, b. Cidade Nova, BH – Das 9 às 15h. Telefone: (31) 3489-8800

• Colégio Pio XII – Rua Alvarenga Peixoto 1735 – Santo Agostinho / (31) 3337-3254 / de segunda à sexta, das 8h às 18h.

• Colégio Santa Maria Minas – Unidade Coração Eucarístico – Rua Itutinga, 240, b. Coração Eucarístico, BH – Das 9 às 15h. Telefone: 3419-2700

• Colégio Santa Maria Minas – Unidade Floresta – Rua Jacuí, 237, b. Floresta, BH – Das 9 às 15h. Telefone: (31) 3449-5500

• Colégio Santa Maria Minas – Unidade Medianeira – Rua Itabirito, 333, Santa Efigênia, BH – Das 9 às 15h. Telefone: (31) 3257-6700

• Colégio Santa Maria Minas – Unidade Nova Suíça – Rua Lindolfo de Azevedo, 345, Portaria 1, b. Nova Suíça, BH – Das 9 às 15h. Telefone: 3319-3400

• Colégio Santa Maria Minas – Unidade Pampulha – Rua Adelina de Sales Pereira, 273, b. Pampulha, BH – Das 9 às 15h. Telefone: 3439-3500

• Forania São Dimas – Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe – Rua Dr. Sylvio Menicucci, 70 – Castelo, Belo Horizonte – MG / (31) 34768692 / Na secretaria, às quartas-feiras, o dia todo.

• Forania São Francisco das Chagas – Paróquia Nossa Senhora Rainha da Paz – Rua Iraci Carneiro, 251 – Caiçara / (31) 2555-3828. De quarta a sexta das 9 às 17 horas. Telefone: (31) 2555-3828.

• Forania São João Batista – Paróquia São Sebastião – Rua Úrsula Paulino 1555 – Betânia / (31) 3383-1996 / terça a sexta, de 16h30 às 19h30; sábado das 8h às 12h / ou Comunidade Missionária de Villaregia (Rua das Canoas 461 – Estrela do Oriente) / (31) 3383-1545, das 9h às 19h.

• Forania São João Bosco – Paróquia São João Bosco – Av. Ivai 1283 – Dom Bosco, bairro Dom Bosco / (31) 3417-6634.

• Forania São José do Calafate – Paróquia São José do Calafate – R. Cachoeira do Campo, 66 – Calafate, Belo Horizonte / – (entregar no Naasp da Forania São José) / São José (31) 3332-1299 / Dias de terça, quarta e quinta das 10h às 14h

• Paróquia Bom Jesus do Vale – Av. Dimas Henrique de Freitas, 378, Vale do Sereno, Nova Lima – Telefone: (31) 3694-3034

• Paróquia Cristo Operário – rua Tristão da Cunha, 103 Planalto, BH – De segunda a sexta de 8 às 12h e de 14 às 18h – Telefone: (31) 3494-1444

• Paróquia Jesus Ressuscitado – Av. Flor de Seda, nº 1200, bairro Lindéia – BH / Quarta a sexta de 8 às 12h e das 13 às 17h; sábado das 8 às 12h / (31) 3385-2209

• Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Rua Desembargador Bráulio, Alto Vera Cruz, BH – De segunda a sexta-feira das 15h30 às 19h

• Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Rua Guruá, Boa Vista, BH – Telefone (31) 3488-9996

• Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Rua Luiza Efigênia Silva, nº 60, Camargos, BH – Sede dos Vicentinos / De Segunda, quarta e sexta das 16h às 18h / (31) 3333-6613

• Paróquia Nossa Senhora da Anunciação – Rua Cabedelo, 15 – Bairro São Gabriel – Terça-feira a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30 às 17h e sábados das 8h às 12h / (31) 3493.3033

• Paróquia Nossa Senhora da Consolação e Correia – Rua Bernardo Guimarães, 2.700 – Santo Agostinho – De segunda a sexta de 8 as 13h – Telefone: 3337-3033.

• Paróquia Nossa Senhora da Paz. Rua Aniri, 94, bairro Guarani – De segunda a sexta-feira de 13 às 19h – Telefone 3433-0476

• Paróquia Nossa Senhora da Piedade – Rua Daniel Lopes de Faria, nº 211, bairro Industrial, BH / De quarta a sexta das 9 à 12h / (31) 3386-7800

• Paróquia Nossa Senhora de Fátima – Praça Carlos Chagas (Praça da Assembleia), 33, Santo Agostinho. Telefones: (31) 3291-5053, (31) 98756-1082 e (31) 98634-2015.

• Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe – Rua Maria Gertrudes Santos, 23 – Céu Azul – BH – Por meio de agendamento.Telefone: (31) 98807-9420.

• Paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho – Rua Osvaldo Lima e Silva, nº 121, bairro Cardoso – BH / De segunda a sexta-feira das 13h30 às 18h30 / (31) 3336-5260.

• Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – Rua Nova Granada, 55, bairro Boa Vista, BH – De segunda a sexta-feira das 8 às 12h.

• Paróquia Nossa Senhora do Rosário da Pompeia – Rua Iara, 171, Bairro Pompeia – De segunda a sexta-feira na secretaria de 9 as 13h e na portaria do convento de 8 as 19h. Telefones: (31)3467-4848 / (31) 3889-4980

• Paróquia Nossa Senhora Medianeira e Santa Luzia – Rua João Gomes, 157 Bairro Santa Efigênia – De segunda a sexta-feira de 13 as 18h – Telefone: 3463-9874.

• Paróquia Sagrada Família – R. Costa Monteiro, 767, bairro Sagrada Família, BH – De segunda a sexta é das 13h às 19h – (31) 3461-1079

• Paróquia Sagrado Coração de Jesus – Av. Carandaí, 1010, Funcionários, Belo Horizonte. Telefone: (31)3222-1817

• Paróquia Santo Antônio – Rua Pernambuco, 840 – Funcionários, BH – De segunda a sexta das 8h às 19h e sábado de 8h às 12h / Telefones (31)3261-5622 e 3261-6160

• Paróquia Santo Antônio da Pampulha – Praça Santo Antônio, 02 – Aeroporto/Jaraguá – De terça a sexta: 08h às 11h e das 14h às 19h e sábado: 16h às 19h / (31) 3427-2866

• Paróquia São Braz – Rua do Mercado, 114, bairro Conjunto Santa Maria – De segunda a sexta-feira, do meio-dia às 16h. Telefone: (31) 3297-1979

• Paróquia São Geraldo – Av. Itaite, 530, bairro São Geraldo – De terça a sexta-feira, das 18h às 19h30. Sábado e domingo de 17h30 às 19h – Telefone: 3487-1614

• Paróquia São José  – Rua Tupis, 164, bairro Centro – De segunda a sextas feira de 8h às 17h – Telefone: (31)3273-5714.

• Paróquia São José Operário – Rua Oliveira Fortes, 25, bairro Aarão Reis – De segunda às sextas feiras de 14:30 às 17h – Telefone: (31)3445-2777 / 3433-0323

• Paróquia São Judas Tadeu – rua José Basílio, 100, Palmeiras, BH – De segunda à sexta-feira de 8 às 12h e de 13 às 17h – Telefone (31) 33121387

• Paróquia São Judas Tadeu – rua José Basílio, 100, Palmeiras, BH – De segunda à sexta-feira de 8 às 12h e de 13 às 17h – Telefone (31) 33121387

• Projeto Providência Fazendinha – Avenida Mém de Sá, 2020, Aglomerado da Serra – das 9 às 13 horas – Telefone (31) 3283-1949

• Projeto Providência Taquaril – Rua Alair Pereira da Silva, 100, b. Taquaril – das 9 às 13 horas – Telefone (31) 3483-3887

• Projeto Providência Vila Maria – Rua D, 300, Jardim Felicidade, BH – das 9 às 13 horas – Telefone (31) 3493-5227

• Santuário Arquidiocesano da Saúde e da Paz – rua Padre Eustáquio, 2405, bairro Padre Eustáquio, BH – De segunda a sexta-feira de 7 às 17h – Telefone: (31) 3462.6557
• Santuário Arquidiocesano de Adoração Perpétua Nossa Senhora da Boa Viagem – rua Sergipe 175, bairro Funcionários, BH / De segunda a sexta das 8 às 17h / (31) 3222-2361

• Santuário Arquidiocesano São Judas Tadeu – R. Macaé, 629 – Graça, BH, das 10h às 15h – Telefones 2526-4164 / 2526-4648
• Santuário Arquidiocesano São Paulo da Cruz – Praça Domingos Gatti, S/N – Barreiro de Baixo – Belo Horizonte – MG – Tel: (31) 3384-1794 – Horário: das 10h às 17h / (31) 3384-1794

• Vicariato Episcopal para Ação Social, Política e Ambiental (Veaspam) – rua Além Paraíba, 208 – bairro Lagoinha, BH / Das 8 às 16 horas / (31) 98744-9141 / (31) 98818-7076

• Colégio Santa Maria Betim Minas – Rua do Rosário, 1.081, b. Angola, Betim. Das 9 às 15h. Telefone: (31) 3539-6950

• Paróquia Maria Mãe dos Pobres – Av. Belo Horizonte, nº 1563, bairro Jardim Teresópolis, Betim. De terça a sábado, das 8h às 12h – (31) 3591-2207.

• Paróquia Nossa Senhora do Carmo – Av. Nossa Senhora do Carmo, nº 122 – Centro – Betim – MG – Tel: (31) 3531-1176 – Horário: das 8h às 12h. / (31) 3531-1176

• Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – Praça Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, s/nº, bairro Bom Retiro – Betim / Sábado das 9 às 10h / (31) 3596-9214

• Paróquia Nossa Senhora do Rosário e São Sebastião – Rua Conceição da Silva, nº 13, bairro Vianópolis Betim / Segunda a sexta das 8h30 às 17h30 e sábado das 8h às 12h / (31) 3530-9519

• Paróquia São Cristóvão – Rua Volta Redonda, nº 157, bairro São Cristóvão, Betim – Terça e Quarta-feira das 8 às 12h – Quinta e Sexta-feira das 12h às 17h e sábado de 8h às 12h – Telefone: (31) 97360-7399 e (31) 99497-9299

• Paróquia São Francisco de Assis – Praça dos Expedicionários, S/N, Angola, Betim – MG – Tel: (31) 3531-2939 – De segunda a sexta-feira, das 14h às 17h / (31) 3531-2939

• Paróquia São Pio de Pietrelcina – Av. Tapajós, nº 830, bairro São Caetano – Betim / Terça a sexta, das 13 às 17h e sábado, das 8 às 12h / (31) 2591-4915

• Cúria da Região Episcopal Nossa Senhora do Rosário – Rua Coronel Alberto Cambraia, N º 140, bairro Santa Cruz, Brumadinho – De segunda a sexta-feira, das 9h às 11h e das 14h às 17h. (31) 3571-1300

• Paróquia Nossa Senhora da Piedade – Praça da Matriz, s/nº, Piedade do Paraopeba, Brumadinho – De terça a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 16h e sábado, das 8h às 12h e das 13h às 15h / (31)3571-5071

• Paróquia Nossa Senhora do Bom Sucesso – Praça da Matriz s/n – Caeté – De segunda a sábado, das 9h às 17h – (31) 3651-6677

• Paróquia São Francisco de Assis – Praça da Matriz São Francisco de Assis, 1, bairro José Brandão, Caeté – De segunda a sexta-feira das 14h às 18h.Telefone: (31)3651-1145

• Paróquia São João Paulo II – Rua Joaquim Gonçalves de Barros, 441, Bonsucesso, BH – As doações podem ser entregues em uma das sete Igrejas da Paróquia, diariamente, das 13h às 15h – (a) Igreja Nossa Senhora das Graças (Rua Antônio Aleixo Guerra, s/nº, Bonsucesso); (b) Igreja São Judas Tadeu (Rua Solo Negro, 279, Jardim Bandeirantes); (c) Igreja N. Sra da Conceição (Rua Agostinho Nunes de Melo, 255, Pito Aceso); (d)
Igreja Santo Antônio (Rua José Roberto, 238, Deschamps); (e) Igreja Santo Antônio (Distrito de Rancho Novo); (f) Igreja Divino Espírito Santo (rua Antônio dos Santos, 732, Bela Vista) – Telefone: (31) 36517447

• Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais – (31) 3651-6335

• Colégio Santa Maria Minas – Unidade Contagem – Rua Rio Comprido, 4.580, b. Cinco, Contagem., das 9 às 15h. Telefone: 3399-1200

• Cúria Regional Nossa Senhora Aparecida – Av. Babita Camargos, 1083 – Cidade Industrial, Contagem, MG – De segunda à sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17h. Telefone: 973083649

• Forania São Sebastião – Paróquia Verbo Divino – Coleta em todas as igrejas das comunidades. Referência: Rua Águas Marinhas, 11, Bairro Carajás – Contagem. (31) 3397-8571 / De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h.

• Paróquia Jesus Operário – Rua Refinaria Cubatão, nº 263, bairro Petrolândia – Contagem / Terça a sábado das 13 às 17h / (31) 3397-9275

• Paróquia Nossa Senhora das Dores – Rua Antônio de Pádua Pinto, nº 355, bairro Santa Helena, Contagem – De segunda à sexta-feira de 14 às 18h e sábado das 9 às 12h – Telefone: (31) 98679-2666

• Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro -Av. Água Branca, 283 – Jardim Bandeirantes – Contagem – MG – Segunda à sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30 – Telefone : (31) 3353-1699

• Paróquia Nossa Senhora do Rosário – Rua Cristóvão Macedo, nº 578, bairro Alvorada – Contagem / Terça a sexta das 8 às 17h e sábado de 8 às 11h / (31) 3353-6969

• Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração – Rua Manoel Gonçalves Rezende, nº 155 – Inconfidentes – Contagem – MG – Tel: (31) 3361-2098 – Horário: das 15h das 18h.

• Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração – Rua Manoel Gonçalves Rezende, nº 155, bairro Inconfidentes, Contagem / Quartas das 15 às 18h / (31) 3391-8109

• Paróquia Sagrado Coração de Jesus – Rua Rio São João, nº 172, Riacho, Contagem / Segunda a sexta das 9 às 15h

• Paróquia Santa Cruz – Praça Paris, nº 130, bairro Santa Cruz, Contagem / Quarta a sexta das 9 às 12h / (31) 3351-3032

• Paróquia Santa Edwiges – Rua Tereza Cristina, s/nº, bairro Bernardo Monteiro, Contagem / Segunda a sábado das 8 às 11h / (31) 3398-7801

• Paróquia Santo Agostinho – Rua Marte, nº 205, Jardim Riacho das Pedras, Contagem / Quarta a sexta das 14 às 18h / (31) 3396-1833

• Paróquia São Gonçalo – R. Bueno Brandão, 40 – Centro, Contagem – MG – de terça a sexta-feira das 13h às 19h e sábado das 8h às 12h – (31) 3398-1504.

• Paróquia – Rua Quinze, nº 29 – Novo Retiro, Esmeraldas – MG.  Terça e Quinta-feira, das 17h às 19h, e Domingo. das 9h às 11h30. Telefone: (31) 3538-0446

• Paróquia Santa Quitéria Esmeraldas – Praça Getúlio Vargas, nº 44, Centro, Esmeraldas, MG – De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h – (31) 3538-1555

• Paróquia Nossa Senhora das Graças – Rua José Pedro, 174 – Central Park- Ibirité – MG; De 9 às 17h – Telefone: (31) 3533-1204

• Paróquia Nossa Senhora das Mercês – R. Tabajara, 580, Lago Azul, Ibirité – de terça a sexta-feira de 08h às 11h – (31) 3533-2966

• Paróquia São Judas Tadeu – Rua Almeida Garret, nº 45, bairro Washington Pires – De segunda à sexta-feira das 13 às 18h – Tel: (31) 3598-4040.

 

.

• Paróquia Nossa Senhora da Saúde – Praça dr. Lund, 160, Centro, Lagoa Santa – De segunda a sexta-feira de 9 às 12h e de 13 às 17h – Telefone: (31) 3681-1510

• Colégio Santa Maria Minas – Unidade Nova Lima – Avenida Rio Branco, 333, Centro, Nova Lima – Das 9 às 15h. Telefone: (31) 3589-5700

• Paróquia Nossa Senhora do Pilar – Praça Bernardino de Lima, centro, Nova Lima – Segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. Telefone: (31) 3541 744

. Paróquia Nossa Senhora da Conceição – rua Padre Antônio Maria 41, Centro, Raposos – De terça a sábado de 10h às 16h – Telefone: (31) 3543 1284

 

 

• Paróquia Nossa Senhora das Neves – Rua Etelvina Maria de Souza, 5 – Centro – Ribeirão das Neves – Tel.: 3625-0495 / De terça a sexta-feira, das 8h30 às 15h

• Paróquia Santo Inácio de Loyola e São Judas Tadeu – rua Santo Inácio de Loyola n 376, bairro Maria Helena, Ribeirão das Neves – De terça a sexta de 14 às 18h – sábado de 8 às 12h – Telefone: 3456-8103

• Paróquia Santo Antônio de Rio Acima – R. José Gonçalves dos Santos, 59-83, centro, Rio Acima – Telefone: (31) 3545-2224

• Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Praça Getúlio Vargas, s/n – Siderúrgica, Sabará – De segunda a sexta-feira, das 8 às 12h e das 14 às 17h

• Paróquia São Sebastião – Rua Minas Gerais, s/n – General Carneiro, Sabará – De segunda a sexta, das 7h30 às 11h30 e das 14h às 18h – Telefone 3671-7001. E na Comunidade São José Operário – rua Santos Dumont nº 588 – Vila Rica – Praça Primeiro de Maio

• Paróquia Santíssima Trindade – pontos de coleta: (a) rua Geraldo Coelho de Freitas, 166; (b) Igreja Nossa Senhora da Paz – avenida Antonio de Pinho Tavares, 397 – Cristina B. (c) Outros pontos: www.parsantri.com – De segunda a sexta-feira de 14 às 19h – Telefone: (31) 36365425 e 9 8338 9005

• Santuário Arquidiocesano de Santa Luzia – Rua Direita, s/nº – Centro – Santa Luzia – Tel.: (31) 3641-5050 / De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

• Paróquia Nossa Senhora de Lourdes – Praça Professora Júlia Chalita, 64 – Lourdes – Vespasiano – Tel.: 3621 1583 / De segunda a sexta-feira, das 12h às 18h

Vamos juntos compartilhar Solidariedade em Rede? 
Utilize os materiais abaixo:

Você está em:

Bispos reunidos em assembleia divulgam Mensagem ao Povo Brasileiro

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulga nesta sexta-feira, 16 de abril, a mensagem do episcopado brasileiro que reunido, de modo online, na 58ª Assembleia Geral da CNBB, se dirigiu ao povo neste grave momento.

No texto, os bispos afirmam que diante da atual situação pela qual passa o Brasil, sobretudo em tempos de pandemia, não podem se calar quando a vida é “ameaçada, os direitos desrespeitados, a justiça corrompida e a violência instaurada”. Os bispos asseguram que são pastores e que têm a missão de cuidar. “Nosso coração sofre com a restrita participação do Povo de Deus nos templos. Contudo, a sacralidade da vida humana exige de nós sensatez e responsabilidade”, dizem.

Na mensagem, os bispos reiteram que no atual momento precisam continuar a observar as medidas sanitárias que dizem respeito às celebrações presenciais. Reconhecem agradecidos que as famílias têm sido espaço privilegiado da vivência da fé e da solidariedade. “Elas têm encontrado nas iniciativas de nossas comunidades, através de subsídios e celebrações online, a possibilidade de vivenciarem intensamente a Igreja doméstica. Unidos na oração e no cuidado pela vida, superaremos esse momento”.

Fazem, ainda, um forte apelo à unidade da sociedade civil, Igrejas, entidades, movimentos sociais e todas as pessoas de boa vontade, em torno do Pacto pela Vida e pelo Brasil. “Assumamos, com renovado compromisso, iniciativas concretas para a promoção da solidariedade e da partilha. A travessia rumo a um novo tempo é desafiadora, contudo, temos a oportunidade privilegiada de reconstrução da sociedade brasileira sobre os alicerces da justiça e da paz, trilhando o caminho da fraternidade e do diálogo. Como nos animou o Papa Francisco: “o anúncio Pascal é um anúncio que renova a esperança nos nossos corações: não podemos dar-nos por vencidos!”.

Confira o texto na íntegra:

MENSAGEM DA 58ª ASSEMBLEIA GERAL DA CNBB AO POVO BRASILEIRO

Esperamos novos céus e uma nova terra, onde habitará a justiça. (2Pd 3,13)

 

Movidos pela esperança que brota do Evangelho, nós, Bispos do Brasil, reunidos, de modo online, na 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, de 12 a 16 de abril de 2021, neste grave momento, dirigimos nossa mensagem ao povo brasileiro.

Expressamos a nossa oração e a nossa solidariedade aos enfermos, às famílias que perderam seus entes queridos e a todos os que mais sofrem as consequências da Covid-19. Na certeza da Ressurreição, trazemos em nossas preces, particularmente, os falecidos. Ao mesmo tempo, manifestamos a nossa profunda gratidão aos profissionais de saúde e a todas as pessoas que têm doado a sua vida em favor dos doentes, prestado serviços essenciais e contribuído para enfrentar a pandemia.

O Brasil experimenta o aprofundamento de uma grave crise sanitária, econômica, ética, social e política, intensificada pela pandemia, que nos desafia, expondo a desigualdade estrutural enraizada na sociedade brasileira. Embora todos sofram com a pandemia, suas consequências são mais devastadoras na vida dos pobres e fragilizados.

Essa realidade de sofrimento deve encontrar eco no coração dos discípulos de Cristo[1]. Tudo o que promove ou ameaça a vida diz respeito à nossa missão de cristãos. Sempre que assumimos posicionamentos em questões sociais, econômicas e políticas, nós o fazemos por exigência do Evangelho. Não podemos nos calar quando a vida é ameaçada, os direitos desrespeitados, a justiça corrompida e a violência instaurada[2].

Louvamos o testemunho de nossas comunidades na incansável e anônima busca por amenizar as consequências da pandemia. Muitos irmãos e irmãs, bispos, padres, diáconos, religiosos, religiosas, cristãos leigos e leigas, movidos pelo autêntico espírito cristão, expõem suas vidas no socorro aos mais vulneráveis. Com o Papa Francisco, afirmamos que “são inseparáveis a oração a Deus e a solidariedade com os pobres e os enfermos”[3]. As iniciativas comunitárias de partilha e solidariedade devem ser sempre mais incentivadas. É Tempo de Cuidar!

Somos pastores e nossa missão é cuidar. Nosso coração sofre com a restrita participação do Povo de Deus nos templos. Contudo, a sacralidade da vida humana exige de nós sensatez e responsabilidade. Por isso, nesse momento, precisamos continuar a observar as medidas sanitárias que dizem respeito às celebrações presenciais. Reconhecemos agradecidos que nossas famílias têm sido espaço privilegiado da vivência da fé e da solidariedade. Elas têm encontrado nas iniciativas de nossas comunidades, através de subsídios e celebrações online, a possibilidade de vivenciarem intensamente a Igreja doméstica. Unidos na oração e no cuidado pela vida, superaremos esse momento.

Na sociedade civil, os três poderes da República têm, cada um na sua especificidade, a missão de conduzir o Brasil nos ditames da Constituição Federal, que preconiza a saúde como “direito de todos e dever do Estado”[4]. Isso exige competência e lucidez. São inaceitáveis discursos e atitudes que negam a realidade da pandemia, desprezam as medidas sanitárias e ameaçam o Estado Democrático de Direito. É necessária atenção à ciência, incentivar o uso de máscara, o distanciamento social e garantir a vacinação para todos, o mais breve possível. O auxílio emergencial, digno e pelo tempo que for necessário, é imprescindível para salvar vidas e dinamizar a economia[5], com especial atenção aos pobres e desempregados.

É preciso assegurar maiores investimentos em saúde pública e a devida assistência aos enfermos, preservando e fortalecendo o Sistema Único de Saúde – SUS. São inadmissíveis as tentativas sistemáticas de desmonte da estrutura de proteção social no país. Rejeitamos energicamente qualquer iniciativa que intente desobrigar os governantes da aplicação do mínimo constitucional do orçamento na saúde e na educação.

A educação, fragilizada há anos pela ausência de um eficiente projeto educativo nacional, sofre ainda mais no contexto da pandemia, com sérias consequências para o futuro do país. Além de eficazes políticas públicas de Estado, é fundamental o engajamento no Pacto Educativo Global, proposto pelo Papa Francisco[6].

Preocupa-nos também o grave problema das múltiplas formas de violência disseminada na sociedade, favorecida pelo fácil acesso às armas. A desinformação e o discurso de ódio, principalmente nas redes sociais, geram uma agressividade sem limites. Constatamos, com pesar, o uso da religião como instrumento de disputa política, justificando a violência e gerando confusão entres os fiéis e na sociedade.

Merece atenção constante o cuidado com a casa comum, submetida à lógica voraz da “exploração e degradação”[7]. É urgente compreender que um bioma preservado cumpre sua função produtiva de manutenção e geração da vida no planeta, respeitando-se o justo equilíbrio entre produção e preservação. A desertificação da terra nasce da desertificação do coração humano. Acreditamos que “a liberdade humana é capaz de limitar a técnica, orientá-la e colocá-la ao serviço de outro tipo de progresso, mais saudável, mais humano, mais social, mais integral”[8].

É cada vez mais necessário superar a desigualdade social no país. Para tanto, devemos promover a melhor política[9], que não se submete aos interesses econômicos, e seja pautada pela fraternidade e pela amizade social, que implica não só a aproximação entre grupos sociais distantes, mas também a busca de um renovado encontro com os setores mais pobres e vulneráveis[10].

Fazemos um forte apelo à unidade da sociedade civil, Igrejas, entidades, movimentos sociais e todas as pessoas de boa vontade, em torno do Pacto pela Vida e pelo Brasil. Assumamos, com renovado compromisso, iniciativas concretas para a promoção da solidariedade e da partilha. A travessia rumo a um novo tempo é desafiadora, contudo, temos a oportunidade privilegiada de reconstrução da sociedade brasileira sobre os alicerces da justiça e da paz, trilhando o caminho da fraternidade e do diálogo. Como nos animou o Papa Francisco: “o anúncio Pascal é um anúncio que renova a esperança nos nossos corações: não podemos dar-nos por vencidos!”[11]

Com a fé em Cristo Ressuscitado, fonte de nossa esperança, invocamos a benção de Deus sobre o povo brasileiro, pela intercessão de São José e de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

Brasília, 16 de abril de 2021.

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte – MG
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler, OFM
Arcebispo de Porto Alegre – RS
1º Vice-Presidente  

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima – RR
2º Vice-Presidente

Dom Joel Portella Amado
Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro – RJ
Secretário-Geral da CNBB

 

[1] cf. Gaudium et Spes, 1.

[2] cf. CNBB, Mensagem ao Povo de Deus, 2018.

[3] Papa Francisco, Mensagem para o IV Dia Mundial dos Pobres, 2020.

[4] Constituição Federal, art. 196.

[5] cf. CNBB, OAB, C.Arn´s, ABI, ABC e SBPC, O povo não pode pagar com a própria vida,10 de março de 2021.

[6] cf. Papa Francisco, Mensagem para o lançamento do Pacto Educativo Global, 12 de setembro 2019.

[7] Papa Francisco, Laudato Si´, 145.

[8] Papa Francisco, Laudato Si´, 112.

[9] Papa Francisco, Fratelli Tutti, Cap. V.

[10] cf. Papa Francisco, Fratelli Tutti, 233.

[11] Papa Francisco, Mensagem 58ª. AG CNBB.