Você está em:

Rense conclui formação sobre ferramentas digitais na Catequese para terceira turma de catequistas e coordenadores

A equipe da Coordenação Bíblico-Catequética da Região Episcopal Nossa Senhora da Esperança (Rense), em parceria com a Pascom, concluiu a formação com a 3ª turma sobre o “Uso das ferramentas digitais na Catequese”. A proposta tem por objetivo contribuir para a capacitação dos  catequistas/coordenadores da Rense, para que percorram os caminhos da evangelização também pelas vias digitais: “…por trás das telas dos computadores, tablets e celulares, por trás dos seus números e dígitos, está uma pessoa humana, alguém que o complementa, um irmão e uma irmã. Está o “próximo”. Em rede, o “homem novo digital” age, reage e interage a partir da caridade. E, assim, pode construir comunidade, em rede e fora dela…” – alerta o Papa Francisco.

A formação foi realizada nos dias 11, 13, 18, 20 e 25 de maio, de modo virtual,  pela plataforma Google Meet. Vinícius Rangel, Jornalista, membro da Comissão para a Comunicação/Rense e coordenador dessa pastoral na Forania São João Bosco, foi o responsável por propiciar aos participantes uma formação cuidadosa e dialógica –  conhecimento e aprimoramento  possibilidades do uso das ferramentas digitais na catequese.

Em sintonia com as demandas da atualidade e com as orientações do novo “Diretório para a Catequese”, segundo os organizadores, um dos objetivos da formação foi propiciar a capacitação  para o uso de algumas das inúmeras ferramentas e também refletir sobre como utilizar o ambiente  digital como lugar de experiências de fé.

O evento propiciou  momentos de  espiritualidade, partilha, trabalhos em grupo e aprofundamento sobre o tema, pois: “Além do conhecimento tecnológico, é necessário aprender modalidades de comunicação eficazes, bem como garantir uma presença na rede que testemunhe valores evangélicos”, conforme ensina o Diretório para Catequese (n.214).

O curso foi vivenciado por todos em clima de alegria, grande entusiasmo, disposição, curiosidade e troca de experiências, que renderam novas amizades pelas redes digitais entre as paróquias da Rense, prometendo muitos frutos e produção de novos saberes.

VEJA TAMBÉM