Você está em:

Nota de solidariedade pelo falecimento do ex-vice-presidente José Alencar

A Arquidiocese de Belo Horizonte manifesta solidariedade aos familiares e amigos do ex-vice-presidente da República José Alencar que morreu às 14h45 desta terça-feira (29), após lutar contra um câncer por 13 anos. 

José Alencar sempre buscou em Deus a esperança e a fé. Foi um exemplo de coragem e confiança. Pedimos a Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Minas Gerais, que envolva este filho amado em seu manto protetor e o conduza ao Reino de Deus“, ressaltou dom Walmor Oliveira de Azevedo, arcebispo metropolitano de Belo Horizonte.

 

O ex-vice-presidente tinha 79 anos. Nascido em Itamuri, distrito do município de Muriaé-MG, José Alencar Gomes da Silva começou a trabalhar cedo. Aos 18 anos, emancipado pelo pai e com apoio financeiro de um irmão, abriu uma loja na cidade. Hoje, a Coteminas S.A., controlada pela família de Alencar, é a maior empresa do setor têxtil do país e um dos mais importantes grupos econômicos do Brasil. Foi presidente da Federação das Industrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) por dois mandatos, Senador e vice-presidente do Governo Lula.
 
Católico, José Alencar se manteve firme em sua fé, superando as dificuldades do longo tratamento de saúde: “Deus é bom. Então vamos acreditar Nele, porque Ele tem força para nos proteger.”
 
O corpo de José Alencar será velado no Palácio do Planalto em Brasília e, posteriormente, em Belo Horizonte, no Palácio da Liberdade.