Você está em:

Nota da CNBB é discutida em coletiva de imprensa na 49ª Assembleia Geral

Está sendo realizada na tarde desta quarta-feira, 11, na sala de imprensa da 49ª  Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, coletiva com jornalistas de todo o país.

Participam os bispos dom Orani Tempesta, dom Pedro Luiz Stringhini, dom Enemésio Ângelo Lazzaris e dom Antônio Augusto Dias Duarte.

Dom Orani Tempesta lembrou as ações da CNBB na manhã de hoje: a Celebração de recordação dos bispos falecidos, a dicussão em torno da Jornada Mundial da Juventude, que será realizada neste ano em Madri, com previsão de 10 mil jovens e 60 bispos do Brasil. Dom Orani destacou que 5 bispos já foram nomeados para as comissões da CNBB, até o final da Assembleia serão 12 no total.

Dom Antônio Augusto Dias Duarte abordou a nota divulgada pela CNBB na manhã de hoje, sobre a união das pessoas do mesmo sexo. Segundo o bispo, a CNBB sentiu o dever de se pronunciar sobre esse tema delicado e complexo. A nota se pauta com grande respeito às pessoas que pedem a união estável, mas deixa claro a postura da CNBB em relação à família e matrimônio.

Dom Pedro Luiz Stringhini lembrou a Semana Social e a importância do diálogo com os movimentos sociais e como a CNBB tem se preocupado com os problemas ambientais, esta é a quarta campanha da Fraternidade com o tema ecologia.

O trabalho escravo e o drama vivido por milhares de brasileiros foram lembrados por dom Enemésio Ângelo Lazzaris. O bispo ressaltou que desde os anos 70, com dom Pedro Casaldáglia, já se falava sobre esse problema. Até hoje 33.750 pessoas foram resgatadas dos canaviais, plantações e carvoarias.

Direto da Sala de imprensa – 49ª Ass. Geral CNBB.