Você está em:

Dom Walmor e bispos auxiliares publicam mensagem com orientações para a vivência da Semana Santa 2021

O arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo e seus bispos auxiliares – dom Joaquim Mol, dom Geovane Luís da Silva, dom Vicente de Paula Ferreira, dom Nivaldo dos Santos Ferreira e dom Júlio César Gomes Moreira – publicaram texto com orientações ao Povo de Deus na Arquidiocese de Belo Horizonte a respeito da Semana Santa 2021. Na mensagem, o Arcebispo e Bispos Auxiliares sublinham que a Páscoa do Senhor é o coração do Ano Litúrgico e fonte de vida para a Igreja. “Celebremos a Semana Santa em nossas comunidades, o grande retiro espiritual do povo de Deus, renovando nossa fé pascal. Desejamos chegar a muitas famílias e ao coração de todas as pessoas.”

A orientação é para que as comunidades de fé sigam o documento Evangelização Missionária: um novo tempo, com diretrizes para este tempo de pandemia. Entre essas diretrizes, o documento destaca a importância de se enfrentar a covid-19 em sintonia com as autoridades na área da saúde.

 

A seguir, a íntegra da carta publicada pelos bispos

 

Dom Walmor Oliveira de Azevedo,
Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte,
por zelo pastoral e pelo bem do Povo de Deus nas suas comunidades de fé,
ORIENTAÇÕES 01/2021

 

Belo Horizonte, 26 de março de 2021.
Semana das Dores
“Nosso cordeiro pascal, Cristo, foi imolado.
Assim, celebremos a festa, não com o velho fermento nem
com o fermento da maldade ou da iniquidade,
mas com os pães ázimos da sinceridade e da verdade”
( I Cor 5, 7b-8).

 

Caríssimos padres, diáconos e esposas, evangelizadores, conselheiros e agentes das pastorais, irmãos e irmãs de nossas comunidades eclesiais missionárias, queridas famílias, saúde e paz!

Uma vez mais, como em 2020, a grave situação sanitária, em razão da pandemia da COVID-19, nos impõe sacrifícios maiores, redobrada atenção, responsável cuidado e discernimentos criteriosos na vivência e celebração da Semana Santa 2021.

 

A Páscoa do Senhor é o coração do Ano Litúrgico e fonte de vida para a Igreja. Celebremos a Semana Santa em nossas comunidades, o grande retiro espiritual do povo de Deus, renovando nossa fé pascal. Desejamos chegar a muitas famílias e ao coração de todas as pessoas.

 

Recomendamos:

 

1. Decidir e encaminhar ações em sintonia com o Documento Arquidiocesano “ Evangelização Missionária: um novo tempo”.

 

2. Investir prioritariamente na qualidade das transmissões online, pelas redes sociais, das celebrações e momentos de espiritualidade.

 

3. Discernir criteriosamente sobre uso, ambientação dos espaços e configuração das assembleias litúrgicas.

 

4. Ficar atentos, com responsabilidade, a este grave momento da pandemia, respeitando as orientações das autoridades públicas e sanitárias, para um seguro serviço pastoral e de assistência espiritual.

 

5. Oferecer ao povo o que ele muito tem precisado e solicitado: uma palavra de consolação, e orientação, atitudes de escuta e apoio, com especial cuidado dos pobres, no combate à fome, dos enfermos e dos vulneráveis.

 

6. Manter as igrejas abertas, com cuidado e equipadas para receber pessoas, respeitados os protocolos sanitários e oferecer-lhes a escuta e a orientação espiritual, evitando qualquer tipo de aglomeração.

 

7. Acompanhar a transmissão da Missa da Unidade, com a bênção dos Santos Óleos, que será celebrada no dia 01 de abril, às 9h pela TV Horizonte, Rádio América e redes sociais, para nos fortalecer na comunhão eclesial.

 

8. As coletas da Fraternidade e para os Lugares Santos se mantenham nas datas de Domingo de Ramos e Sexta-feira Santa, em sintonia com a CNBB, tendo em perspectiva, considerado o momento atual, definir datas ao longo do ano, por indicação dos Conselhos Episcopal e Presbiteral, para realização destas Coletas para suporte de suas importantes destinações.

 

Os sofrimentos deste tempo são dolorosos e pedem muita sensibilidade de todos nós. Portanto, são necessárias a presença solidária e o alimento espiritual por meio da celebração dos mistérios da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Salvador, inundando nossos corações das alegrias pascais e nos mantendo firmes na luta pela vida recebida e resgatada por Deus.

 

Acompanhe-nos e nos inspire na fé a Mãe da Piedade, nossa padroeira.

Estamos à disposição para discernimentos e orientações necessárias, com votos de uma Páscoa Santa e feliz, confiantes na vitória do Ressuscitado, trazendo-nos as alegrias de novos tempos.

 

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte

Dom Joaquim Giovanni Mol Guimarães
Bispo Auxiliar de Belo Horizonte

Dom Geovane Luis da Silva
Bispo Auxiliar de Belo Horizonte

Dom Vicente de Paula Ferreira
Bispo Auxiliar de Belo Horizonte

Dom Nivaldo dos Santos Ferreira
Bispo Auxiliar de Belo Horizonte

Dom Júlio César Gomes Moreira
Bispo Auxiliar de Belo Horizonte