Você está em:

Comissões discutem alterações na próxima edição da Bíblia traduzida pela CNBB

As Comissões Episcopais Pastorais para a Doutrina da Fé, Liturgia e Bíblico-Catequética da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) se reuniram para refletirem a revisão da Bíblia da CNBB. O encontro ocorreu nesta terça-feira em Brasília.

De acordo com o assessor da Comissão para Doutrina da Fé, padre Wilson Luis Angotti Filho, os textos a serem usados pela Catequese e pela Liturgia deverão estar de acordo com a Bíblia da CNBB, que será “um texto oficial e de referência”. Ele disse que a nova tradução deve ter ´proclamabilidade´ para o uso litúrgico e ser adequada à catequese. Segundo o assessor, essas disposições são apresentadas pelo documento Liturgiam Authenticam, de 2001, da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos.

O Novo Testamento já foi concluído e o Antigo Testamento está em processo de revisão . “Até a finalização da revisão e a aprovação por Roma, ainda teremos alguns anos de trabalho pela frente”, concluiu padre Wilson.

Participaram da reunião o presidente da CNBB, dom Geraldo Lyrio Rocha e o secretário geral, dom Dimas Lara Barbosa; o presidente da Comissão para a Doutrina da Fé, dom Walmor Oliveira de Azevedo; o presidente da Comissão para a Liturgia, dom Joviano de Lima Júnior; o presidente da Comissão Bíblico-Catequética, dom Eugênio Rixen e os assessores das Comissões.