Você está em:

Cardeal Ouellet fala sobre a evangelização na América Latina

Em entrevista à Rádio Vaticano, o presidente da Pontifícia Comissão para a América Latina, cardeal Marc Ouellet – que visitou a Arquidiocese de Belo Horizonte em maio deste ano,  falou sobre os desafios do nosso continente.

“Certamente, o fenômeno da secularização está se difundindo também no continente latino-americano. Creio que isso represente um aspecto novo para o qual existe o desejo de ajudar as comunidades locais a se conscientizarem sobre sua identidade católica e também de preservar seu patrimônio de devoção popular. Por exemplo, a devoção a Nossa Senhora é um fato cultural, continental e é, ao mesmo tempo, uma tutela quanto aos perigos de divisão que provêm da influência de outros grupos religiosos que, dentro de certos limites, poderiam destruir esta herança”, afirma o cardeal Marc Ouellet.

Segundo ele, ainda permanece o grande desafio do abismo entre ricos e pobres, e a ‘nova evangelização’ não significa que os problemas sociais foram deixados de lado, pelo contrário. “Deve-se enfrentá-los a partir do verdadeiro centro da fé. Penso também que a esses problemas, devem-se oferecer soluções mais adequadas, menos ideológicas”, destaca.

Durante a visita à Arquidiocese de Belo Horizonte, o cardeal presidiu Celebração Eucarística no Santuário Estadual Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Minas Gerais

Na segunda-feira, dia 12, o Papa Bento XVI presidiu a solene concelebração na Basílica de São Pedro, em memória de Nossa Senhora de Guadalupe,  por ocasião do bicentenário de independência dos países latino-americanos e caribenhos, onde vive quase a metade dos católicos do mundo inteiro. Durante a Santa Missa, o Pontífice anunciou oficialmente sua viagem apostólica a Cuba e ao México, no próximo ano.