Você está em:

Bispos Auxiliares da Arquidiocese de Belo Horizonte celebram Domingo de Páscoa

Os bispos auxiliares da Arquidiocese de Belo Horizonte viveram momentos especiais neste Domingo de Páscoa. Dom Joaquim Mol celebrou Missa para moradores de rua, levando mensagem de esperança para uma população que, muitas vezes, é colocada à margem da sociedade. Já dom Luiz Gonzaga, em sua primeira Semana Santa vivida na Arquidiocese de Belo Horizonte, recebeu abraços e muitas manifestações de carinho dos fiéis da Paróquia Maria, Estrela da Evangelização.

Trabalho junto aos moradores de rua

Não é a primeira vez que dom Joaquim Mol preside Celebração Eucarística junto aos moradores de rua. O bispo auxiliar tem acompanhado de perto a realidade desta parcela da população. Na celebração da Páscoa, dom Mol lembrou que Jesus ressuscitou para “todos aqueles que aceitaram o seu chamado”. Dirigindo-se aos moradores de rua, que encontram uns nos outros o principal apoio para vencer as dificuldades do dia-a-dia, o bispo recordou os discípulos de Cristo que, por meio da partilha, chegaram ao Salvador.

Dom Mol enfatizou que “Jesus não exclui ninguém”. Lembrou, inclusive, que Deus, ao se fazer homem, na figura de Cristo, tornou-se igual. O bispo destacou algumas palavras e frases que ajudam a definir o sentido da Páscoa: “Doação, todo mundo no mesmo barco, união, felicidade, momento de paz e alegria, encontrar com muitos e partilhar, alegria de estar vivo”.

Durante a Eucaristia, na partilha do pão, dom Joaquim Mol disse que este simples gesto, ensinado por Cristo na Santa Ceia, “mostra a presença de Jesus no meio de nós e, por isso, não devemos desistir”.

Veja fotos da Celebração

 

Páscoa na Paróquia Maria, Estrela da Evangelização
O bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, dom Luiz Gonzaga, foi carinhosamente recebido pelos fiéis e sacerdotes da Paróquia Maria, Estrela da Evangelização, que reúne 10 comunidades da região do Barreiro, em Belo Horizonte. O bispo presidiu a Celebração Eucarística do Domingo de Páscoa, realizada na quadra da Escola Municipal CIAC Lucas Monteiro Machado.

Durante a Missa, dom Luiz lembrou que domingo significa dia do Senhor e, referindo-se ao Domingo de Páscoa, destacou que povos do mundo inteiro, em diversas línguas, vivem a festa da ressurreição de Cristo. Dentro da Celebração, cinco crianças, vestidas com as cores que representam cada continente, levaram a bíblia para o altar, indicando a presença da Igreja em todas as nações. O bispo disse que esta presença precisa crescer e ensina como deve ser a postura de cada cristão disposto a ajudar neste projeto: “cada um de nós, quando encontrar alguém que tem uma vida diferente daquela desejada por Deus, deve repartir a vida que Deus deu. A Igreja precisa crescer nas casas, reuniões, ruas e escolas. A Igreja é nossa comunidade”, afirmou.

Momentos antes do término da Missa, jovens e crianças da Paróquia homenagearam Nossa Senhora. Também encenaram a morte e ressurreição de Cristo. Representantes das comunidades Camilo Dias e Irmã Doroti, que lutam pelo direito à moradia, entraram com cartazes de apoio à Campanha da Fraternidade, que neste ano mobiliza pela preservação da vida no planeta. A bênção final de dom Luiz encerrou a Celebração Eucarística, mas não dispersou de imediato os fiéis. Todos quiseram, antes de voltar para suas casas, dar um abraço de Feliz Páscoa no bispo auxiliar.

Veja fotos da celebração

Dom Walmor celebra Páscoa em mosteiro

O arcebispo metropolitano, dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidiu Celebração de Páscoa mais reservada, para religiosas do mosteiro Nossa Senhora das Graças. As beneditinas vivem em reclusão, no mosteiro que fica na Vila Paris, região Centro Sul de Belo Horizonte. A Celebração Eucarística foi às 8h da manhã.   

Acompanhe aqui a repercussão da Semana Santa na mídia