Você está em:

Aniversário de BH: Arquidiocese de Belo Horizonte presenteia a cidade com presépio

Ao completar 113 anos neste domingo, 12 de dezembro, Belo Horizonte ganhou um lindo presente. A Arquidiocese de BH inaugurou um presépio no jardim do Palácio Cristo Rei, na Praça da Liberdade. Muitos fiéis acompanharam a bênção do arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, e do bispo auxiliar, dom Joaquim Giovani Mol Guimarães.

Dom Walmor disse aos presentes que o presépio marca o início das comemorações dos 90 anos da Arquidiocese de Belo Horizonte (que foi fundada em 11 de fevereiro de 1921). Ele lembrou São Francisco de Assis, inventor do presépio, para falar da importância da arte na celebração do Natal. “A beleza da arte nos convida a viver o verdadeiro sentido do Natal. Deus nasce como um menino pobre e simples para resgatar nossa dignidade”.

A imprensa deu destaque à iniciativa da Arquidiocese de Belo Horizonte. O Jornal Estado de Minas e o Portal Uai definiram o presépio como uma “atração permeada pela fé, criatividade e colorido típico da época (do Natal)”. A Rádio Itatiaia também anunciou a inauguração do presépio como parte das comemorações dos 113 anos de BH. Marcaram presença no evento deste domingo, as equipes de reportagem da Rede Minas, Band e TV Horizonte. A TV Globo também repercutiu a iniciativa.

O Palácio Cristo Rei estará de portas abertas, até o próximo dia 6, das 7h às 23h, para que os fiéis visitem o presépio. O endereço é Praça da Liberdade, 263, bairro Funcionários.

Missa pelos 113 anos de BH

Antes da inauguração do presépio, dom Walmor presidiu Celebração Eucarística na Catedral Nossa Senhora da Boa Viagem, concelebrada pelo pároco da Catedral, padre Eugênio Barbosa, e pelo capelão militar, padre Enésio Silva. Cerca de mil fiéis estiveram presentes. O prefeito da capital, Márcio Lacerda, também acompanhou a celebração.

Ao final, houve uma rápida confraternização com distribuição de bolo para todos os presentes.