Você está em:

Câmara Municipal de Caeté realiza sessão extraordinária para debater mineração na Serra da Piedade

 

Representantes da Arquidiocese de Belo Horizonte participaram de sessão realizada pela Câmara Municipal de Caeté (MG) sobre a mineração na Serra da Piedade. Estiveram na Câmara Municipal de Caeté o reitor do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, padre Fernando César do Nascimento, o professor da PUC Minas, Miguel Andrade, que integra a Agência de Desenvolvimento Regional Integral (Aderi) da Arquidiocese, a assessora jurídica da Cúria Metropolitana, advogada Luciana Scarpelli e o secretário de contratos e convênios, Carlos Barbosa.

Na reunião, os representantes da Cúria Metropolitana apresentaram as “não conformidades” identificadas no processo de licenciamento em curso para a mineração na Serra da Piedade. A Arquidiocese de Belo Horizonte, guardiã do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, que fica no ponto mais alto da Serra da Piedade, defende a proteção da Serra, reconhecida como reserva da biosfera pela Unesco, com tombamentos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha-MG).

A sessão extraordinária da Câmara Municipal foi convocada pelo presidente do Poder Legislativo de Caeté(MG), vereador José Raimundo Gomes.