Você está em:

Reportagem da Rádio América é finalista do Prêmio Paulo Freire de Jornalismo 2022

A Rádio América, emissora de Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais, é finalista do Prêmio Paulo Freire de Jornalismo 2022. A reportagem especial “É tempo de reinvenção: Inovação e desafios da educação na pandemia foi uma das três selecionadas na categoria Radiojornalismo.

A matéria da jornalista Carol Dutra teve coordenação jornalística de Elanilza Carneiro, produção das jornalistas Ângela Moura e Letícia Bessa.  e edição  de Teresa Carvalho e Vladimir Martins. “Trabalhamos diariamente para levar informação responsável e consciente aos ouvintes da Rádio América, e ter parte desse trabalho entre os finalistas nacionais de um grande prêmio só confirma que estamos no caminho certo. É motivo de orgulho para toda a equipe”, destaca Letícia Bessa.

O Prêmio Paulo Freire de Jornalismo 2021/2022 é uma iniciativa do Conselho Nacional de Secretários de Educação – Consed, com o apoio da Unesco no Brasil. O objetivo é premiar trabalhos jornalísticos com o tema “Educação Pública na Pandemia: inovação para manter a aprendizagem e o vínculo do aluno nas escolas das redes estaduais”.

Para Angela Moura, “falar sobre educação é sempre oportuno, sempre especial. Por isso, o tema do 1º Prêmio Paulo Freire de Jornalismo chamou a nossa atenção. A ideia era ouvir o relato de alunos e professores sobre as maiores lições da pandemia na área da educação”.

A Diretora da Rádio América, Elanilza Carneiro, ressalta a importância de evidenciar o tema: “Participar desta premiação e ser um dos finalistas, ainda mais neste ano em que a Campanha da Fraternidade trouxe como tema a Educação, foi uma alegria imensa. Precisamos dar destaque à educação sempre que possível, pois é por meio dela que conseguiremos transformar nosso meio social”.