Você está em:

Dom Walmor preside reunião do Conselho Episcopal da Arquidiocese de BH

Na manhã desta quarta-feira, 15 de maio, o arcebispo, dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidiu a reunião do Conselho Episcopal Arquidiocesano. Os integrantes do Conselho se reuniram para refletir sobre importantes temas para a Igreja Particular de Belo Horizonte.

Dom Walmor conduziu a abertura da Reunião com momento orante e, em seguida, apresentou o monsenhor José Otacio Oliveira Guedes, nomeado, na manhã desta quarta-feira, pelo Papa Francisco. Monsenhor José Otacio recebeu de todos os participantes as boas-vindas, sublinhando que está feliz e o seu coração “em paz e alegre.”

A reunião do Conselho Episcopal também contou com a participação de dom Edmar José, ordenado bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, no último sábado, 11 de maio.

Ano das Juventudes

Padre Filipe Gouvêa, vigário episcopal para Ação Pastoral (Veap) apresentou as ações relacionadas ao Ano das Juventudes na Arquidiocese de Belo Horizonte. Na oportunidade, os integrantes do Conselho refletiram sobre relevantes dados apresentados sobre as juventudes durante Assembleia Geral do Clero, na Catedral Cristo Rei. Informações como o comportamento dos jovens, mercado de trabalho para a juventude, engajamento social e religioso, foram apresentados pela professora Vanessa Araújo, especialista em Juventude no Mundo Contemporâneo. Dom Walmor recordou as palavras da professora, que durante sua exposição, na Assembleia do Clero, lembrou que o trabalho com os jovens é sempre relatado como desafiador. Assim, o arcebispo pediu a todos que se empenhem na construção de caminhos bonitos e acertados com a nossa juventude.

Também foi apresentado pelo padre Filipe Gouvêa, o Projeto de Vida, momento formativo para a juventude, realizado no último sábado, na Arquidiocese de Belo Horizonte, reunindo mais de 100 jovens. Também foi apresentado pelo padre Filipe Gouvêa a nova cartilha produzida para o trabalho com a juventude.

Dom Joel Maria e a assistente episcopal Lucimara Trevizan sublinharam sobre o diálogo desenvolvido com os antigos integrantes do Secretariado Arquidiocesano de Liturgia (SAL). O SAL será reformulado e uma nova proposta apresentada.

Ano Jubilar

O Conselho Episcopal também refletiu sobre o Ano Jubilar de 2025 Peregrinos da Esperança, sua organização e programações. O Ano Jubilar será alicerçado em importantes pilares: Peregrinação, instituição da Porta Santa, em Roma, Profissão de Fé e na fase da Caridade e Reconciliação.  Neste momento, o Conselho também refletiu sobre a importância de um dos pedidos do Santo Padre. O Papa Francisco pediu para que seja instituída uma Porta Santa, a exemplo da Porta de Roma, também nos presídios. Padre Filipe Gouvêa escutou sugestões de todos os participantes para o Ano Jubilar para que seja composta especial Comissão.

A Torcida de Deus, iniciativa importante e especial, poderá vir a integrar a programação do Jubileu da Esperança.

Agradecendo a todos pelas importantes contribuições para o trabalho missionário na Arquidiocese de Belo Horizonte, o arcebispo dom Walmor conduziu a Oração Final.



Novidades do Instagram
Últimos Posts
Siga-nos no Instagram
Ícone Arquidiocese de BH