Santuário Arquidiocesano

Santuário Arquidiocesano São Judas Tadeu

07h

09h
11h
18h
20h
07h
19h
07h
19h
07h
19h
07h
19h
07h
19h
07h
16h
18h
Dia 28 - Festa de São Judas Tadeu

00h

02h

04h

06h

08h

10h

12h

14h

16h

18h

20h

22h

Comunidade Santa Rosa de Lima

Domingo
09h
Você está em:

Fiéis são convidados a participarem da fase de escuta do Sínodo sobre a Sinodalidade – Formulário disponível até 29 de abril

Todos os fiéis são convidados a participar de consulta aberta, por meio do preenchimento de formulário on-line, da fase de escuta do Sínodo sobre a Sinodalidade. O formulário será disponibilizado a partir de hoje, dia 11 de fevereiro até 29 de abril de 2022.

Nesta etapa, cada pessoa é convidada a responder a um questionário com 14 perguntas de múltipla escolha e uma questão aberta, a partir de dez núcleos temáticos. As respostas do questionário vão ajudar a Arquidiocese de Belo Horizonte a identificar: o que é necessário melhorar ainda mais para ser uma Igreja Sinodal, ou seja, uma Igreja onde cada pessoa tem a oportunidade de “caminhar juntos” na missão.

Os dados reunidos a partir do questionário serão usados única e exclusivamente para a síntese do processo de escuta do “Sínodo sobre a Sinodalidade na Igreja” na Arquidiocese de BH.

Clique aqui e acesse o formulário.

Paróquias enviam sínteses até 4 de março

Nesta fase de escuta existem dois momentos. O preenchimento dos formulários, abertos a todos, e a síntese das paróquias para o Sínodo dos Bispos, que deve ser entregue até o dia 4 de março.

Na nossa centenária Arquidiocese de Belo Horizonte, o processo de escuta de todo o Povo de Deus, convidado a participar com indicações para o caminho missionário da Igreja, será concluído no dia 4 de março de 2022. Esta é a data limite para que as Paróquias enviem suas contribuições, de no máximo duas páginas, às suas respectivas regiões episcopais. As muitas contribuições formarão uma síntese, que será enviada ao Vicariato Episcopal para Ação Pastoral. O Vicariato fará a redação final do documento que refletirá a participação do Povo de Deus na Arquidiocese durante a vivência do processo sinodal. Esse documento se unirá às propostas de outras dioceses brasileiras, em trabalho coordenado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que, posteriormente, enviará ao Vaticano as contribuições da Igreja no Brasil.

Esse caminho sinodal de três anos é articulado em três fases (diocesana, continental, universal), feito de consultas e discernimento, que culminará com a assembleia de outubro de 2023, em Roma.

A 16ª Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos, com o tema “Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão”, convocada pelo Papa Francisco, será realizada em 2023, mas as dinâmicas já começaram nas dioceses de todo o mundo, desde o dia 17 de outubro. O Povo de Deus, em todo o planeta, está convocado a participar, indicando quais caminhos a Igreja deve seguir para viver um renovado ardor missionário, atualizando sempre mais as suas estruturas, funcionamentos e ações.

CLIQUE AQUI e acompanhe todas as fases do Sínodo sobre a Sinodalidade.

VEJA TAMBÉM