Você está em:
Arquidiocese de Belo Horizonte
  • 29 de novembro, 2ª feira da 1ª Semana do Advento

    Baixar áudio
    - Hoje é dia 29 de novembro, 2ª feira da 1ª Semana do Advento

    - No evangelho de hoje um oficial romano vem conversar com Jesus e suplica-lhe que cure um empregado que sofria de uma paralisia. Jesus disse a ele que o acompanharia, mas o oficial lhe diz que não era digno que ele entrasse em sua casa. Bastava dizer uma palavra que o empregado ficaria curado. Podemos admirar esta fé e confiança no Senhor Jesus! Coloque em Deus sua confiança e verdadeira esperança e peça ao Senhor que te ajude a esperar no seu amor.

    - Escuta o Evangelho Segundo Mateus, Capítulo 8, versículos 5 a 11:

    Naquele tempo, ao entrar Jesus em Cafarnaum, aproximou-se dele um oficial do exército romano que lhe este pedido: "Senhor, o meu empregado está em casa deitado e sem se poder mexer, num sofrimento horrível." Jesus disse: "Eu vou lá curá-lo." Mas o oficial respondeu: "Isso não, Senhor! Não mereço que entres em minha casa. Basta que digas uma palavra e o meu empregado ficará são. Também eu tenho os meus superiores a quem devo obediência e os meus soldados a quem dou ordens. Digo a um que vá, e ele vai. Digo a outro que venha, e ele vem. E digo ao meu empregado: "faz isto", e ele faz." Ao ouvir aquilo, Jesus ficou admirado e disse para os que o seguiam: "Fiquem sabendo que ainda não encontrei ninguém com tanta fé mesmo entre o povo de Israel. Digo-vos mais: hão-de vir muitos do Oriente e do Ocidente sentar-se à mesa no Reino dos céus com Abraão, Isaac e Jacob.

    A humildade e fé do centurião na palavra de Jesus é muito admirável, pois Jesus mesmo fica comovido e diz que, não encontrou esse tipo de fé no meio de seu povo de Israel. A fé do romano comove Jesus, que lhe concede a desejada cura. A atitude do centurião é recordada em todas as missas. Sua fé e sua crença na palavra de Jesus ainda hoje são uma escola para nós. Igualmente é notável sua preocupação por alguém que sofre. Peça ao Senhor que aumente em você a humildade que gera a fé, a esperança e o amor.

    -Que ensinamentos você colhe das atitudes do centurião? Você vive esta fé que cria também a comunhão? Como é a sua fé? Qual é sua preocupação com a vida dos irmãos e irmãs de caminhada?

    - “Em verdade vos digo: nunca encontrei alguém que tivesse tanta fé” nos diz Jesus no evangelho de hoje. Cultivemos em nós uma fé profunda e capaz de nos fortalecer na jornada da vida. Sejamos corajosos para compreender que a fé nos leva a buscar o sustento e a confiança em Deus. Diz o Papa Francisco:

    “Quem confia em Deus sabe bem que a vida de fé não é algo estático, mas é dinâmica: é um caminho contínuo, para ir para etapas sempre novas, que o próprio Senhor indica dia após dia”.

    - Termina tua oração pedindo a Deus que a fé seja teu sustento, junto da esperança que não deixa desanimar. Diga ao Senhor com a fé do centurião: “Senhor, eu não sou digno(a), mas diga uma palavra e eu serei salvo”.

    - O Senhor o abençoe e guarde!
    O Senhor lhe mostre seu rosto brilhante e tenha piedade de você!
    O Senhor lhe mostre seu rosto e lhe conceda a paz!’
    Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.