Você está em:
Arquidiocese de Belo Horizonte
  • 30 de novembro, 3ª feira da 1ª Semana do Advento|Festa de Santo André, Apóstolo

    Baixar áudio
    - Hoje é dia 30 de novembro, 3ª feira da 1ª Semana do Advento| Festa de Santo André, Apóstolo

    - O Advento é um tempo de voltar o olhar e o coração para um Deus que gosta de visitar a humanidade. Um Deus que está sempre vindo ao encontro de todos nós: “Deus que é, que veio e que vem”. Viver o Advento é se alimentar da esperança. Viver o Advento é sempre retornar às raízes mais íntimas da fé e do amor, às raízes de Deus em nós, entrelaçadas em nossa história humana. Na festa de Santo André renovemos nossa fé no Senhor Jesus que vem ao nosso encontro e nos chama. Peça ao Senhor que te renove a Esperança e a fé.

    - Escuta o Evangelho Segundo Mateus, Capítulo 4, versículos 18 a 22:

    Quando Jesus andava à beira do mar da Galileia, viu dois irmãos:
    Simão, chamado Pedro, e seu irmão André.
    Estavam lançando a rede ao mar, pois eram pescadores. Jesus disse a eles: 'Segui-me,
    e eu farei de vós pescadores de homens.'
    Eles, imediatamente deixaram as redes e o seguiram.
    Caminhando um pouco mais, Jesus viu outros dois irmãos:
    Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João.
    Estavam na barca com seu pai Zebedeu consertando as redes.
    Jesus os chamou. Eles, imediatamente deixaram a barca e o pai, e o seguiram.

    - Jesus chama os primeiros discípulos: Pedro e André. Depois, chama outros dois irmãos: Tiago e João. Eles deixam suas seguranças e abraçam o Projeto de Jesus: o compromisso de serem “pescadores de gente”. Jesus também vem ao encontro de cada um de nós naqueles momentos comuns em que realizamos nossas tarefas cotidianas. Ele nos vê e nos faz o chamado ao seu seguimento. Seu olhar é um olhar que se deixa atrair, que é lançado em direção a alguém, numa escolha amorosa e cheia de gratuidade. Seguir Jesus trará novo sentido ao que somos e fazemos, seremos então “pescadores de gente”. Peça ao Senhor a graça de estar sempre atento ao seu chamado.

    - Será que está atento à presença, ao olhar e à voz do Senhor, que vem ao seu encontro e te chama? Você é capaz de deixar tudo imediatamente para seguir Jesus? Ou fica apegado às suas redes vazias?

    - “Eles, imediatamente deixaram as redes e o seguiram”, diz o evangelho de hoje.
    Que Jesus possa ser a razão da nossa vida e que tenhamos coragem de ser seu pescador de gente. E que possamos dizer como diz a letra dessa música litúrgica “Tu és a razão da jornada”:

    Um dia escutei teu chamado
    Divino recado batendo no coração
    Deixei deste mundo as promessas
    E fui bem depressa no rumo da tua mão

    Os anos passaram ligeiro
    Me fiz um obreiro do reino de paz e amor
    Nos mares do mundo navego
    E às redes me entrego
    Tornei-me teu pescador
    Embora tão fraco e pequeno
    Caminho sereno com a força que vem de ti
    A cada momento que passa
    Revivo esta graça
    De ser teu sinal aqui

    Tu és a razão da jornada
    Tu és minha estrada, meu guia, meu fim
    No grito que vem do teu povo
    Te escuto de novo, chamando por mim

    - Termina sua oração dizendo ao Senhor que Ele é tua estrada, teu guia, a razão da tua jornada... Peça a Ele que te ajude a sempre discernir o seu chamado, em meio aos ruídos das dores, sofrimentos e tarefas do dia-a-dia...

    - Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre. Amém.