Você está em:

8 de outubro, Sábado da 27ª Semana do Tempo Comum

Baixar áudio
- Hoje é dia 8 de outubro, sábado da 27ª semana do Tempo Comum.

-Vivemos num mundo onde escutar verdadeiramente o outro é um desafio. Todo mundo quer aprender a falar. Ninguém quer aprender a ouvir. Escutar é uma arte difícil; aprender a escutar exige paciência e prática. O evangelho de hoje nos provoca a escuta como atitude de abertura à profundidade da vida, de uma vida que tem sentido e que entra em sintonia com Aquele que escuta e se faz escutar: Deus mesmo. Peça ao Senhor a graça de viver verdadeiramente a escuta de sua Palavra.

-Escuta o Evangelho segundo Lucas, capítulo 11, versículos 27 a 28:

Naquele tempo: Enquanto Jesus falava, uma mulher levantou a voz no meio da multidão e lhe disse: 'Feliz o ventre que te trouxe e os seios que te amamentaram.'
Jesus respondeu: 'Muito mais felizes são aqueles que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prática.'

- Feliz, ou seja, bem-aventurado é quem Escuta e acolhe em sua existência, a Palavra de Deus. Isso implica, não se fechar, não fazer da vida um espaço isolado onde só são escutadas tuas vozes e as vozes do mundo. Escutar verdadeiramente a Palavra de Deus é abrir-se à Sua voz, manter a atenção acesa, estar com o coração aberto a Sua Palavra. Se muitas de nossas conversações soam vazias e, com frequências, não conduzem a nenhum lugar, é porque não nos exercitamos para ser ouvintes. Agradeça ao Senhor a possibilidade de escutar sua Palavra.

-Nesta cena do evangelho de hoje, o que é que terá levado aquela mulher a manifestar-se? Que movimentos interiores provocam em você as palavras de Jesus? Ouvir e pôr em prática é a "receita" para a felicidade que Jesus nos oferece. Você já experimentou isto?

-'Feliz o ventre que te trouxe e os seios que te amamentaram”, diz a mulher a Jesus no evangelho. Maria, a mãe de Jesus também sabia se calar para escutar verdadeiramente a Palavra de Deus. Aprendamos com ela a arte de saber se calar. Vejamos o que diz o Pe. Adroaldo Palaoro:

“O mais difícil não é aprender algo novo, mas desaprender algo antigo. Acontece o mesmo com a atitude de escutar: o difícil não é ouvir, mas esvaziar-se o suficiente para que a palavra escutada entre, ressoe e permaneça. Escutar é uma arte que implica todos os sentidos, não só os ouvidos: pede atenção às palavras, gestos, reações, silêncios...; pede saber interpretar e ler entrelinhas; pede meditar e digerir o visto e ouvido. Orar, na verdade, não é, em primeiro lugar, falar com Deus; antes, é calar-se para escutar. Escutar faz-nos calar em todos os sentidos e, neste silêncio, aprofundamos em nós um desejo mais elevado, aquilo que realmente nos faz feliz.”

-Termina a tua oração pedindo ao Senhor a graça de aprender a calar-se para escutar verdadeiramente com o coração e colocar em prática aquilo que Ele te diz.

- Ave Maria, Cheia de graça, o Senhor é convosco,
bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores,
agora e na hora da nossa morte. Amem.