Você está em:

8 de agosto, 2ª feira, 19º semana do Tempo Comum| Memória de São Domingos

Baixar áudio
– Hoje é dia 8 de agosto, 2ª feira da 19º semana do Tempo Comum |Memória de São Domingos, presbítero.

- Deus te ama, sem condições, gratuitamente. Deixa que Ele te fale como um amigo ao seu amigo. Acolhe a graça deste momento e não deixes perder nada do que Deus tem para ti. Experimenta a alegria de estar na sua presença, sem constrangimento. Confia-te totalmente ao seu amor e começa a tua oração.

-Escute o Evangelho de Lucas, capítulo 12, versículos 32 a 48:

Naquele tempo, quando Jesus e os seus discípulos
estavam reunidos na Galileia, ele lhes disse:
"O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens.
Eles o matarão, mas no terceiro dia ele ressuscitará".
E os discípulos ficaram muito tristes.
Quando chegaram a Cafarnaum, os cobradores do imposto do Templo aproximaram-se de Pedro e perguntaram:
"O vosso mestre não paga o imposto do Templo?"
Pedro respondeu: "Sim, paga".
Ao entrar em casa, Jesus adiantou-se, e perguntou:
"Simão, que te parece: Os reis da terra cobram impostos ou taxas de quem:
dos filhos ou dos estranhos?"
Pedro respondeu: "Dos estranhos!"
Então Jesus disse: "Logo os filhos são livres.
Mas, para não escandalizar essa gente, vai ao mar, lança o anzol,
e abre a boca do primeiro peixe que tu pescares.
Ali tu encontrarás uma moeda; pega então a moeda e vai entregá-la a eles, por mim e por ti".

– É muito natural que se você tivesse deixado tudo para seguir uma pessoa inspiradora e ouvir que ela seria morta por causa do que ela disse e fez, você ficaria angustiado e talvez desiludido. Jesus não nos deixa dúvidas de que, como seus seguidores, não podemos ser ingênuos. Vivemos em sociedades formadas por decisões e estruturas que não são necessariamente moldadas pela justiça ou projetadas para construir o Reino de Deus. É aqui que os cristãos são chamados a testemunhar, sendo autênticos seguidores de Jesus. Peça ao Senhor que te ajude a testemunhar o seu evangelho a cada dia.

- Você é capaz de abrir mão dos seus direitos para o bem comum? Como é sua relação com o próximo? Você se preocupa com as necessidades do outro?

-"O vosso mestre não paga o imposto do Templo?", pergunta os cobradores de impostos aos discípulos. Como cristãos também temos obrigações a cumprir, mas sobretudo testemunhar o jeito de viver como seguidor de Jesus. Diz a poeta Cora Coralina:

“Não te deixes destruir… ajuntando novas pedras e construindo novos poemas. Recria tua vida, sempre, sempre. Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça. Faz de tua vida mesquinha um poema. E viverás no coração dos jovens e na memória de gerações que hão de vir. Esta fonte é para uso de todos os sedentos. Toma a tua parte. Vem a estas páginas e não entraves seu uso aos que têm sede.”

– Termina sua oração falando com o Senhor sobre o que você vê ou experimenta como estruturas ou práticas injustas em sua vida diária. Ouça o que Ele dirá a você.

– Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém.