Você está em:

30 de agosto, 3ª Feira, 22ª Semana do Tempo Comum

Baixar áudio
– Hoje é dia 30 de agosto, 3ª Feira da 22ª Semana do Tempo Comum.

– O evangelho de hoje é um relato do início da missão de Jesus feito por Lucas. A ênfase recai sobre a autoridade com que Jesus ensinava nas sinagogas e expulsava os demônios. Não uma autoridade igual à dos mestres da Lei e dos fariseus, mas uma autoridade transformadora, capaz de expulsar os males que oprimem o povo. A esses males era dado o nome de demônios, e a sua arma é a Palavra, a Palavra bem dita, dita com autoridade. Ela tem o poder de expulsá-los, diferentemente da palavra das autoridades do seu tempo, que legitimavam ações demoníacas. Agradeça ao Senhor por ter enviado seu Filho amado para nos libertar de todos os males da hora presente.

– Escuta o Evangelho segundo Lucas, capítulo 4, versículos 31 a 37:

Naquele tempo, Jesus desceu a Cafarnaum, cidade da Galileia,
e aí ensinava-os aos sábados.
As pessoas ficavam admiradas com o seu ensinamento,
porque Jesus falava com autoridade.
Na sinagoga, havia um homem possuído pelo espírito de um demônio impuro, que gritou em alta voz:
"O que queres de nós, Jesus Nazareno? Vieste para nos destruir?
Eu sei quem tu és: tu és o Santo de Deus!"
Jesus o ameaçou, dizendo: "Cala-te, e sai dele!"
Então o demônio lançou o homem no chão,
saiu dele, e não lhe fez mal nenhum.
O espanto se apossou de todos e eles comentavam entre si:
"Que palavra é essa? Ele manda nos espíritos impuros, com autoridade e poder, e eles saem".
E a fama de Jesus se espalhava
em todos os lugares da redondeza.

- Jesus determina que se cale toda palavra que oprime e que deixe de manipular as pessoas. Essa atitude corajosa e inovadora de Jesus provocou espanto em todos, pois eles não estavam acostumados a ver algo desse tipo. “Que Palavra é essa!”, exclamam. É a Palavra de Deus. A única capaz de expulsar todo tipo de demônio. É essa Palavra que somos convidados a proclamar, a anunciar, a proferir. A Palavra dita pelos profetas, pelos que agem conforme a vontade de Deus. Fomos chamados e escolhidos para proclamar essa Palavra, isto é, anunciar a Boa Notícia. Peça ao Senhor que lhe dê a graça de estar cada vez mais íntimo à sua Palavra que liberta e salva.

– Você tem uma intimidade cotidiana com a Palavra Libertadora do Senhor? Você acolhe a Palavra e busca anunciá-la, sobretudo com seu testemunho? A Palavra do Senhor ilumina sua vida comprometida com a causa do Reinado do Senhor?

– “Eles ficavam maravilhados com seu ensinamento, pois sua palavra tinha autoridade.” Que nós fiquemos maravilhados com a Palavra do Senhor que nos ilumina e fortalece na missão libertadora e evangelizadora. Veja o que diz a música cântico de libertação do Pe. Jonas Abib e Luzia Santiago:

(...) Eis o Deus que me salva,
tenho confiança e nada temo.
Porque minha força e meu canto é o Senhor,
e Ele foi o meu Salvador.
Vós tirareis com alegria águas das fontes da salvação,
e direis naquele tempo:
Louvai o Senhor, invocai o Seu nome,
fazei que suas obras sejam conhecidas entre os povos;
proclamai que Seu nome é sublime.
Cantai ao Senhor, porque Ele fez maravilhas,
que isto seja conhecido por toda terra.
Exultai-vos de gozo e alegria, habitantes de Sião,
porque é grande no meio de vós o Santo de Israel.

– Termina sua oração pedindo ao Senhor que lhe dê a graça de saborear cotidianamente sua Palavra Libertadora, que lhe dá nova vida iluminada com a sabedoria que provém do Senhor Redentor.

– O SENHOR TE ABENÇOE E TE GUARDE. O SENHOR FAÇA BRILHAR SOBRE TI A SUA FACE E TE SEJA PROPÍCIO. O SENHOR VOLTE PARA TI O SEU ROSTO E TE DÊ A PAZ.