Você está em:

25 de Maio, 4ª feira da 6ª semana da Páscoa

Baixar áudio
-Hoje é dia 25 de Maio, Quarta Feira, 6ª semana da Páscoa

-O Evangelho de hoje nos fala do Espírito Santo, dom de Deus Pai e do Filho, que nos será enviado para nos ajudar a compreender as coisas ditas por Jesus. Ele virá com a missão de fazer, na comunidade cristã a memória de Jesus Cristo, conduzindo os discípulos à verdade revelada de que o mistério de Deus já estava presente na vida de Jesus de Nazaré. Peça ao Senhor que você também seja conduzido à verdade revelada e possa fazer a experiência do encontro com Senhor, na vivência do mistério.

- Abra o coração e se coloca na escuta das palavras do Evangelho de Jesus Cristo Segundo João, Capítulo 16, versículos de 12 a 15:
“Tenho ainda muitas coisas a vos dizer, mas não sois capazes de suporta-las agora. Quando ele vier, o Espírito da verdade, então ele vos guiará a toda verdade. Ele não falará de si mesmo, mas dirá tudo quanto tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir. Ele me glorificará porque receberá do que é meu, para vo-lo anunciar. Tudo quanto o Pai tem, é meu. Por isso, eu vos disse que o Espírito receberá do que é meu, e vos anunciará”.

- O Espírito da verdade enviado por Deus, após a ressurreição do Senhor Jesus, continua presente e prolonga na história, a palavra e a missão de Jesus. O Espírito guia. É ele quem orienta os discípulos à verdade de Jesus Cristo e é ele que torna claro para todos o sentido das palavras do Senhor. Assim, Jesus fala o que ouviu do Pai, e o Espírito Santo fala o que tiver ouvido o que é do Pai e do Filho, abrindo o coração dos discípulos. Peça ao Senhor que você seja um bom discípulo. Que possa, a exemplo dos primeiros discípulos, compreender o sentido das palavras de Jesus que vem aos seus ouvidos.

-Jesus, deu-nos a Sua vida, para que também a interpretemos...mas promete-nos um Espírito de sabedoria. Escuto o Espírito Santo, deixo-O mostrar-se e mostrar-me Jesus?

- “Tenho ainda muitas coisas para vos dizer, mas por ora não sois capazes de as suportar”. As palavras de Jesus não se limitam ao tempo de sua vida terrestre. O ressuscitado continua a instruir os seus discípulos, através do Espírito Santo, o paráclito. Este é quem assistirá a comunidade na difícil tarefa de unir a fidelidade à novidade, a memória à renovação. Mas, na sua vinda a nós, retoma a mesma atitude do Filho que não veio a nós para falar palavras suas, nem buscar glória própria, mas para comunicar o que ele ouviu do Pai. Diz assim a música Vem, Espírito Santo de amor:

Vem, Vem, Vem,
Vem, Espírito Santo de amor!
Vem a nós!
Traz à Igreja um novo vigor

Presente no início do mundo,
presente na criação
Do nada geraste a vida.
Que a vida não sofra no irmão.

Presença de força os profetas
Que falam sem nada temer.
Contigo sustentam o povo
Na luta que vão empreender;

Presença que gera esperança,
Maria por ti concebeu.
No povo renasce a confiança,
O espírito Santo de Deus.

Presença com força de vida,
Presença de transformação.
Tiraste a vida da morte,
Em Cristo, na Ressurreição.

Presença na Igreja nascente,
Os povos conseguem reunir.
Na mesma linguagem se entendem,
O amor faz a Igreja surgir.

- Termine sua oração dando graças pela presença do Senhor em sua vida. Alegre-se, pois ele é a porta aberta que te dá a liberdade de entrar e sair de sua vida, mas ele jamais nos abandonará. Permanecerá sempre conosco. Que ele nos conceda a graça de poder senti-lo sempre perto de nós.

- O Senhor nos abençoe e nos guarde. O Senhor nos mostre o Seu rosto brilhante. O Senhor nos conceda sempre a sua paz.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre. Amém.