Você está em:

21 de agosto, domingo, Solenidade da Assunção de Nossa Senhora

Baixar áudio
- Hoje é 21 de agosto, Solenidade da Assunção de Nossa Senhora.

- Neste domingo em que celebramos a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, somos convidados a olhar a pessoa de Maria como aquela que viveu em profunda sintonia com Deus e com o seu projeto. Maria é a mulher de fé, sempre dócil e atenta a Palavra de Deus; aquela que soube contemplar as coisas do alto sem deixar de olhar às coisas da terra, por isso se coloca a caminho para servir sua prima Isabel e neste encontro entoa um louvor e um agradecimento a Deus pelas maravilhas que ele realiza em sua vida e na vida do povo. Peça ao Senhor a graça de saber escutar e colocar em prática a Palavra de Deus como fez Maria, sendo presença solidária.

- Escute o Evangelho de Lucas, Capitulo 1, versículos de 39 a 56:

Naqueles dias, Maria levantou-se e foi apressadamente se á região montanhosa, a uma cidade de Judá. Ela entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel. Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança saltou de alegria em seu ventre, Isabel ficou repleta do Espírito Santo, e com voz forte, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! Como me acontece que a mãe do meu Senhor venha a mim? Logo que ressoou aos meus ouvidos a tua saudação, a criança pulou de alegria no meu ventre. Bem-Aventurada aquela que acreditou, porque se cumprirá o que lhe foi dito da parte do Senhor.” E Maria então disse: “A minha alma engrandece o Senhor, e meu espírito exulta em Deus, meu Salvador, porque olhou para a condição humildade de sua serva. Todas as gerações, desde agora, me chamarão bem aventurada, porque o Poderoso fez por mim grandes coisas. Santo é o seu nome, e sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre aqueles que o temem. Ele manifestou poder com o seu braço: dispersou os soberbos nos pensamentos de seu coração. Depôs os poderosos de seus tronos e exaltou os de condições humildes. Encheu de bens os famintos, e despediu os ricos sem nada. Amparou Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia, como prometera a nossos pais, a Abraão e à sua descendência, para sempre”. Maria ficou três meses com Isabel e depois, voltou para sua casa.

- Maria e Isabel souberam escutar a voz de Deus e acolher a sua proposta de amor. O evangelho nos fala de um encontro profundo sinalizando para a prontidão, o amor, a generosidade, a solidariedade e o serviço. É neste encontro que Maria glorifica a Deus por exaltar os humildes e os pequenos, da qual ela faz parte, ela é uma com o seu povo e se faz solidária a eles. Maria nos ensina a viver a plenitude da vida no aqui e agora, na total fidelidade a Deus e a humanidade. Acolhendo e assumindo o Filho Jesus, “foi assumida por Deus” e elevada ao céu. Maria viveu a “assunção” em todos os momentos de sua vida, de maneira muito especial quando se deslocou em direção aos outros numa atitude gratuita, sendo mãe, mulher da escuta, do serviço e acolhedora do seu povo. Peça ao Senhor a graça de viver a escuta da Palavra e a missão que ela lhe propõe.

- O que você pode aprender com as atitudes de Maria? Você Reconhece o que o Senhor tem feito em sua vida e na vida do seu povo? Procura escutar a Palavra de Deus e colocar em prática?

- “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! Como me acontece que a mãe do meu Senhor venha a mim?” diz Isabel no evangelho. Maria foi bem aventurada porque soube ouvir a voz de Deus e colocar em pratica a sua Palavra. Também nós queremos aprender com Maria. A música Maria eu quero aprender, de José Martins diz assim:

Maria eu quero aprender contigo a querer o teu filho Jesus.
Contigo também aprender a ser para os outros um pouco de luz
Te peço me ensines ainda ser pão repartido como é Jesus.

Maria, Maria, Maria cheia de amor.
Me ensina, me ensina a ser como o teu Senhor.

Eu quero contigo aprender teu jeito de ser com tanta alegria
E a força que muda a vida pra mim seja sempre a Eucaristia
Te peço me ensines ainda ser pão repartido com alegria.

-Termina tua oração agradecendo a Deus a presença de Maria em sua vida, agradeça por tudo que ela te ensina a partir das suas virtudes e gestos, sendo um deles o gesto da visitação a sua prima Isabel com sua presença generosa e solidária. A visita que Maria faz é impulsionada pela visita que recebe do Senhor. Agradeça ao Senhor as visitas que ele tem feito e te faz no cotidiano da vida.

-Gloria ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre. Amém.