Você está em:

2 de julho, sábado da 13ª semana do Tempo Comum

Baixar áudio
- Hoje é dia 2 de julho, sábado da 13ª semana do Tempo Comum.

- O Tempo Comum é marcado pelo conhecimento e seguimento de Jesus Cristo. Estamos na escola do discipulado aprendendo com o Mestre como melhor amar e servir a Deus e às pessoas. Este momento de oração é seu encontro pessoal com o Senhor para que escutando sua palavra possa vivê-la. Mais do que pedir ou agradecer aproveite a presença do Senhor e experimente o amor com que ele te ama.

- Com disposição interna escute o Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus, capítulo 9, versículos 14 a 17.

Naquele tempo, os discípulos de João aproximaram-se de Jesus e perguntaram:
"Por que razão nós e os fariseus praticamos jejuns, mas os teus discípulos não?"
Disse-lhes Jesus:
"Por acaso, os amigos do noivo podem estar de luto
enquanto o noivo está com eles?
Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles.
Então, sim, eles jejuarão. Ninguém coloca remendo de pano novo em roupa velha, porque o remendo repuxa a roupa
e o rasgão fica maior ainda.
Também não se coloca vinho novo em odres velhos,
senão os odres se arrebentam, o vinho se derrama
e os odres se perdem.
Mas vinho novo se coloca em odres novos,
e assim os dois se conservam".

- Jesus festeja a vida com seus discípulos, porque o Reinado de Deus começa acontecer por meio de sua presença. Em contrapartida, alguns não compreendiam sua mensagem e mantinham o coração fechado para a novidade do Evangelho. Para acolhê-lo é necessário estar disposto. A Boa Nova transforma tudo! Peça ao Senhor essa disposição interna para acolher e viver sua Palavra.

- Como você tem acolhido a palavra de Deus na sua vida? Você tem docilidade interior para as moções de Deus? Você mantem a alegria do Evangelho em seu modo de ser?

-Disse Jesus: “Vinho novo, porém, põe-se em odres novos, e assim ambos se conservam”. Jesus fala da necessidade de se renovar. Ouça o que diz este poema de Cecília Meireles:

Renova-te
Renasce em ti mesmo.
Multiplica os teus olhos, para verem mais.
Multiplica-se os teus braços para semeares tudo.
Destrói os olhos que tiverem visto.
Cria outros, para as visões novas.
Destrói os braços que tiverem semeado,
Para se esquecerem de colher.
Sê sempre o mesmo.
Sempre outro. Mas sempre alto.
Sempre longe.
E dentro de tudo.

- Conclua sua oração agradecendo ao Senhor esse momento de encontro com Ele. Peça que Ele te ajude a acolher sua Palavra e, assim, ir renovando sua vida a cada dia.

- Gloria ao Pai, o Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre Amém!