Você está em:

19 de junho, domingo da 12ª semana do Tempo Comum

Baixar áudio
-Hoje é dia 19 de junho, domingo da 12ª semana do Tempo Comum.

-Estamos trilhando o tempo comum de nossa liturgia, tempo da esperança. Depois de dialogar com o Pai, em oração, Jesus pergunta aos seus “Quem eu sou para vocês”? Pedro responde em nome do grupo “O Cristo de Deus”. Diálogo que revela que Jesus é o Messias. Peça a Jesus que te ajude a reconhece-lo como o Senhor da sua vida.

-Escuta o Evangelho Segundo São Lucas, Capitulo 9, versículos de 18 a 24:

Certo dia, Jesus estava rezando num lugar retirado,
e os discípulos estavam com ele.
Então Jesus perguntou-lhes: "Quem diz o povo que eu sou?"
Eles responderam: "Uns dizem que és João Batista; outros, que és Elias; mas outros acham que és algum dos antigos profetas que ressuscitou".
Mas Jesus perguntou: "E vós, quem dizeis que eu sou?"
Pedro respondeu: "O Cristo de Deus".
Mas Jesus proibiu-lhes severamente que contassem isso a alguém.
E acrescentou: "O Filho do Homem deve sofrer muito,
ser rejeitado pelos anciãos,
pelos sumos sacerdotes e doutores da Lei,
deve ser morto e ressuscitar no terceiro dia".
Depois Jesus disse a todos: "Se alguém me quer seguir, renuncie a si mesmo, tome sua cruz cada dia, e siga-me.
Pois quem quiser salvar a sua vida, vai perdê-la;
e quem perder a sua vida por causa de mim,
esse a salvará".

-O Evangelho de hoje nos mostra Jesus no revelando a verdadeira fé, como uma profunda experiência de Deus no cotidiano da vida. Um dado é saber o que as pessoas dizem de Jesus; outra coisa é conhecer Jesus, sabendo quem realmente Ele é. Passamos assim de uma fé triunfante para uma fé compromisso. Se realmente conheço a Jesus, me comprometo com todo seu mandamento de amor. Peça ao Senhor, que sua fé amadureça a cada passo do caminho com Jesus.

-Quem é Jesus para mim? O que significa ouvir de Pedro que Jesus “é o Cristo de Deus”? O que muda em minha vida esta profissão de fé? Como vivo minha fé cristã? Como renunciar a vida, abraçar a cruz no cotidiano da vida?

-“Quem perder sua vida por causa de mim, esse a salvará”, diz Jesus. O papa Francisco nos lembra que:

“Isso nos faz pensar no sinal da cruz, que ao longo dos séculos se tornou o emblema por excelência dos cristãos. Aqueles que querem "ver Jesus" hoje, talvez vindo de países e culturas onde o cristianismo é pouco conhecido, o que eles veem antes de tudo? Qual é o sinal mais comum que eles encontram? O crucifixo. Nas igrejas, nos lares dos cristãos, até mesmo usado em seu próprio corpo. O importante é que o sinal seja coerente com o Evangelho: a cruz não pode deixar de expressar o amor, o serviço, o dom de si sem reservas: só assim é verdadeiramente a "árvore da vida", da vida superabundante. Que a Virgem Maria, nos ajude a seguir Jesus, a caminhar fortes e felizes no caminho do serviço, para que o amor de Cristo possa brilhar em todas as nossas atitudes e se torne cada vez mais o estilo de nossa vida diária".

-Termina sua oração pedindo ao Senhor que a sua cruz seja a tua força. Coloque-se diante de Jesus, deixa-se olhar diretamente por Ele e escute, a partir do mais profundo de si mesmo, Sua pergunta: “Quem sou Eu realmente para você?”

-Gloria ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio agora e sempre. Amém.