Você está em:

19 de julho de 2022, 3ª feira, 16ª semana do Tempo Comum

Baixar áudio

-Hoje 19 de julho de 2022, Terça Feira, da décima sexta semana do Tempo Comum.

-No evangelho de hoje Maria, juntamente com outros parentes de Jesus, vai ao seu encontro. Neste episódio, ao ser informado da presença deles, Jesus amplia seus laços familiares a todos os que fazem a vontade do Pai. É um grande convite a nos percebermos filhos de Deus por meio do Filho Jesus, irmãos uns dos outros na comunidade de fé. A proposta de Jesus é bem mais ampla do que simplesmente os laços da consanguinidade. Peça ao Senhor que te ajude a não se esquecer de que também é parte de sua família.

-Proclamação do Evangelho segundo a Mateus, capítulo 12, versículos de 46 a 50:
Naquele tempo, enquanto Jesus estava falando às multidões,
sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora,
procurando falar com ele.
Alguém disse a Jesus:
"Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora,
e querem falar contigo".
Jesus perguntou àquele que tinha falado:
"Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?"
E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse:
"Eis minha mãe e meus irmãos.
Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai,
que está nos céus,
esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe".

- Jesus quis dizer que também a família de sangue é convidada a fazer parte da nova família. O centro desta família é Jesus e ao seu redor estão todas as pessoas que escutam a Jesus, os seus ensinamentos e aderem a ele vivendo como ele viveu, fazendo a vontade de Deus. No meio desses discípulos e discípulas está Maria, a mãe de Jesus. Todas as pessoas que escutam Jesus e praticam os seus ensinamentos são chamados por Ele de mães, irmãos, irmãs de Jesus porque o seguem. E quem disse isso é o próprio Jesus no Evangelho de hoje. Esta é a verdadeira família de Jesus. Peça ao Senhor que te ajude a viver como membro de Sua família.

- Você se sente fazer parte da família de Jesus? O que lhe dá esta certeza? Você procura conhecer a vontade de Deus a seu respeito?

- “Todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe", diz Jesus. Jesus nos convoca a ser sua família da mesma forma que chamou seus discípulos, homens de pouca instrução, mas que se abriram ao aprendizado com o mestre. Amar, perdoar, curar, orar, eis os manifestos pelos quais o Pai quer que vivamos. Digamos a Deus o mesmo que o poeta indiano Tagore diz:

Que me reste apenas aquele pouco
Permite que de mim reste apenas aquele pouco,
com o qual eu possa chamar-te “meu tudo!”.
Permite que de minha vontade reste apenas aquele
pouco, com o qual eu possa te sentir em todo lugar,
chegar a ti em cada coisa,
e a cada momento oferecer-te meu amor.
Permite que de mim reste apenas aquele pouco,
com o qual eu jamais possa te esconder.
Permite que de minhas correntes reste apenas
aquele pouco, com o qual eu fique ligado à tua vontade,
aquele pouco, com o qual teu projeto se realize
em minha vida: a corrente de teu amor.

– Peça ao Espírito de Deus que te direcione para fazer a vontade do Pai. Peça a graça de ouvir e praticar os seus ensinamentos e de sentir em seu coração o mais verdadeiro amor, que fará toda a transformação em sua vida: o amor de Deus.

– Em nome do Pai, do Filho e ao Espírito Santo. Amém.