Você está em:

19 de janeiro, 4ª feira da 2ª Semana do Tempo Comum

Baixar áudio
-Hoje é dia 19 de Janeiro, 4ª Feira da 2ª Semana do Tempo Comum.

-Jesus mostra que louvar o Senhor e cumprir as suas leis consiste em defender a vida, principalmente a vida dos marginalizados, daqueles que as leis não atendem ou que não podem cumpri-las, ficando, assim, ainda mais à margem da sociedade e da própria religião. A proposta de Jesus é libertadora e inovadora: uma lei que não favorece a vida não merece ser respeitada nem cumprida. Jesus toca na ferida daquela sociedade legalista que idolatra a Lei em detrimento da vida das pessoas. Agradeça ao Senhor que enviara seu Filho Libertador para nos libertar de todos os males que nos paralisam.

-Escuta o Evangelho segundo Marcos, capítulo 3, versículos 1 a 6:

Outra vez, Jesus entrou na sinagoga, e lá estava um homem com a mão seca. Eles observavam se o curaria num dia de sábado, a fim de acusá-lo. Jesus disse ao homem da mão seca: “Levanta-te! Vem para o meio!” E perguntou-lhes: “Em dia de sábado, o que é permitido: fazer o bem ou fazer o mal, salvar uma vida ou matar?” Eles ficaram calados. Passando sobre eles um olhar irado, e entristecido pela dureza de seus corações, disse ao homem: “Estende a mão!” Ele estendeu a mão, que ficou curada. Saindo daí, imediatamente os fariseus, com os herodianos, tomaram a decisão de eliminar Jesus.

-Ao pôr no centro da sinagoga o homem da mão seca, Jesus coloca no centro o problema que até então estava oculto. Além disso, ele evidencia também o seu projeto de vida, que é o da recuperação das pessoas marginalizadas e excluídas, dando a elas prioridade de atenção e socorro. Aqueles que até então ninguém via passam a ser o centro das atenções. A atitude de Jesus é algo escandaloso, principalmente para as autoridades, os doutores e mestres da Lei, que viram estremecer os alicerces onde estes se firmavam. Resgatar a dignidade de alguém em dia de sábado era proibido pela Lei. Agradeça ao Senhor pelo seu amor incondicional e libertador que traz inclusão e vida.

-Você valoriza mais a Lei ou o serviço à Vida? Está pronto para ajudar a quem precisa da sua atenção e ação? Você é dócil, sensível para com as pessoas de vida vulnerável, que espera uma presença amiga e fraterna?

-“É permitido em dia de sábado fazer o bem ou fazer o mal, salvar uma vida ou deixá-la perecer?” A vida é prioridade absoluta. Não podemos jamais negligenciá-la. Estejamos sempre atentos no serviço à Vida, dom precioso de Deus. Veja o que diz a letra da música “Oração de Cura”, do Padre Joãozinho:

Toca, Senhor, toca, Senhor, com teu amor, com teu amor.

Tira todo o medo, angústia e aflição.
Toca nesta alma e cura o coração.

Toca, Senhor, toca, Senhor, com teu amor, com teu amor.

Cura da doença que faz o irmão sofrer, toca neste corpo,
Jesus com teu poder.

Toca, Senhor, toca, Senhor, com teu amor, com teu amor.

Tira toda mágoa que faz alguém chorar,
tira todo ódio, ensina a perdoar.

-Termina sua oração pedindo ao Senhor a Graça de amar a vida e ao próximo, seguindo os ensinamentos de Jesus, que com a vida e as palavras, trouxe-nos os valores do Reinado de vida plena e eterna.

-Pai Nosso que estais nos Céus, santificado seja o vosso Nome, venha a nós o vosso Reino,
seja feita a vossa vontade assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do Mal.