Você está em:

18 de Janeiro, 3ª Feira da 2ª Semana do Tempo Comum

Baixar áudio
-Hoje é dia 18 de Janeiro, 3ª Feira da 2ª Semana do Tempo Comum.

-No evangelho de hoje, Jesus defende seus discípulos da crítica que fizeram os fariseus, quando os viram apanhar espigas de trigo, ao passar pelas plantações. Ao ser perguntado pelos fariseus se era certo o que os discípulos faziam, Jesus responde ser as ações dos discípulos corretas, pois eles colhiam as espigas para matar a fome. Peça ao Senhor pela imensa multidão de pessoas que não tem o que comer neste momento no Brasil e no mundo. Que ele nos ilumine a ser solidário.

- Escuta as palavras do Evangelho de Jesus Cristo Segundo Marcos, Capítulo 2, versículos 23 a 28:

Certo sábado, Jesus passava por plantações de trigo, e os discípulos começaram a arrancar espigas pelo caminho. Os fariseus disseram então a Jesus: “Olhai! Por que eles fazem no sábado o que não é permitido?” Ele respondeu: “Nunca lestes o que fez Davi quando passava necessidade e teve fome, ele e seus companheiros? Como entrou na casa de Deus, no tempo do sumo sacerdote Abiatar, comeu os pães da oferenda, que só os sacerdotes podiam comer, e também os deu aos seus companheiros!” E acrescentou: “O sábado foi feito para o homem, não o homem para o sábado. Assim, o Filho do Homem é senhor também do sábado”.

- Tal como os fariseus tantas vezes nos concentramos nas regras e nas leis esquecendo o que é verdadeiramente essencial. Nos apegamos nas leis por medo, por preguiça, por falta de amor. Os judeus estavam subjugados por uma enorme quantidade de leis e também nós, embora por “leis” de caráter bem diferente. Jesus que está acima de qualquer lei, quer libertar-nos desse jugo, afirmando o primado da Lei do Amor, a única lei que tem verdadeira importância. Alegre-se, pois, para Jesus, sagrado é o ser humano, é a vida. O centro de tudo é Deus que se fez homem e colocou o homem no centro da criação. Peça ao Senhor que te ajude a reconhecer sempre que o mais importante é a pessoa, é a vida humana.

-Você seria capaz de defender alguém por estar fazendo algo que aos olhos da lei não é permitido, mas aos olhos de Deus pode ser válido, pois está oferecendo benefício ao irmão necessitado?

- “O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Portanto, o Filho do Homem é senhor até do sábado”. Jesus deixa claro que a lei existe para beneficiar o ser humano, portanto o homem não pode ser escravo da lei. Jesus é o senhor do sábado, e o centro do sábado é o ser humano. Assim podemos caminhar confiantes, na certeza de que Jesus cuida de nós. Veja o que diz o poema “Deus está cuidando”, de Ana Jácomo:

Deus está cuidando, mesmo quando não parece.
E o desafio é grande. E o cansaço fala.
E a aparência é a de que o ciclo novo não amanhece.

Deus está cuidando, mesmo quando a dor não dorme.
Quando a paz se ausenta.
Quando a preocupação ocupa todo o território do sorriso.

Deus está cuidando, mesmo quando o medo faz sumir jardim.
Mesmo quando a trajetória é longa.
Mesmo quando nos sentimos sozinhos.

Deus está cuidando da gente.

- Termine sua oração dando graças pela presença do Senhor em sua vida e peça que ele que te ajude a colocar a vida no centro de tudo, ela que é essencial e precisa ser defendida, num mundo em que a vida vale tão pouco.

O Senhor nos abençoe e nos guarde. O Senhor nos mostre o Seu rosto brilhante. O Senhor nos conceda sempre a sua paz.