Você está em:

14 de junho, 3ª feira da 11ª semana do Tempo Comum

Baixar áudio
-Hoje é dia 14 de junho, 3ª feira da 11ª Semana do Tempo Comum.

-Hoje não permita que a tristeza faça morada no seu coração. Não dês lugar a inveja, ao ciúme ou a raiva. Lembre-se das palavras de São Paulo: “Cristo amou-me e entregou-se por mim”. Na certeza de que este amor de Cristo dará frutos de transformação na sua vida, começa este tempo de oração.

-Escute o Evangelho de Mateus, capítulo 5, versículos 43 a 48:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:"Vós ouvistes o que foi dito:
'Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!'
Eu, porém, vos digo:
Amai os vossos inimigos
e rezai por aqueles que vos perseguem!
Assim, vos tornareis filhos
do vosso Pai que está nos céus,
porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons,
e faz cair a chuva sobre justos e injustos.
Porque, se amais somente aqueles que vos amam,
que recompensa tereis?
Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa?
E se saudais somente os vossos irmãos,
o que fazeis de extraordinário?
Os pagãos não fazem a mesma coisa?
Portanto, sede perfeitos
como o vosso Pai celeste é perfeito".

- Lendo este belo trecho do Evangelho de Mateus, você pode imaginar Jesus reunindo os discípulos e ensinando acerca de uma forma mais radical de amar. Jesus conhecia intimamente aqueles que chamou para o seguir. Ao estar com eles, o Mestre ensina com a própria vida o que o projeto de Deus quer: a salvação de todos. Jesus parte da realidade de vida de cada um e quer livrar os discípulos da superficialidade das relações humanas baseadas nas retribuições: “amo a quem me ama e o que isso pode me proporcionar”. É o amor de entrega que Jesus quer ensinar para os seus. Que com nossas histórias e imperfeições sejamos tocados pela perfeição do amor de Deus.

- Como é possível perdoar aos inimigos? O que você tem feito pelos que são menos próximos ao seu coração? Você tem reta intenção de os amar, ou os deixa num lugar comodamente arrumado, entre o esquecimento ou o desprezo?

- “Amai os vossos inimigos e rezai por aqueles que vos perseguem!” diz Jesus. E é este o desafio que nos é proposto em cada dia. O segundo dos dois maiores mandamentos de Jesus é amar os outros como amamos a nós mesmos. Amar e perdoar a nós mesmos muitas vezes pode ser o desafio mais difícil. Sabemos que Deus perdoa. Se é assim, então não perdoar a nós mesmos é nos colocarmos como um juiz superior a Deus. Martin Luther King disse essa frase:

“A escuridão não pode expulsar a escuridão; só a luz pode fazer isso. O ódio não pode expulsar o ódio; só o amor pode fazer isso.'

-Termina sua oração rezando pelas pessoas que você não gosta, não se identifica. Peça ao Senhor para arrancar da sua vida tudo o que é egoísmo, ódio e desamor. Peça-lhe também a graça da santidade.

-Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém.