Você está em:

10 de setembro, 6ª feira da 23ª Semana do Tempo Comum

Baixar áudio
- Hoje, 10 de setembro de 2021, sexta feira, da vigésima terceira semana do Tempo Comum.

- “Pode um cego guiar outro cego?” e, “Por que reparas o cisco do olho do teu irmão, e não percebes a trave no teu próprio olho?” Ambas as perguntas carregam o mesmo significado: assim como um cego não pode guiar outro cego sem o risco de ambos caírem num buraco, do mesmo modo o que tem uma trave no seu olho não tem as condições ideais (autoridade) para corrigir o cisco no olho do seu irmão. O que esta palavra quer nos ensinar? Peça ao Senhor a humildade em aceitar os próprios limites, buscar a coerência e a verdade.

- Escuta o Evangelho de Lucas, capítulo 6, versículo de 39 a 42.

“Jesus lhes propôs também uma parábola: “pode um cego guiar outro cego? Não cairão ambos no buraco? 40O discípulo não está acima do mestre, mas todo o discípulo bem formado será como seu mestre. 41Por que reparas o cisco no olho do teu irmão, e não percebes a trave no teu próprio olho? 42Como pode dizer a teu irmão: ‘Irmão, deixa-me tirar o cisco do teu olho’, quando não percebes a trave no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu próprio olho e, então, enxergará bem para tirar o cisco do olho do teu irmão.”.

- A expressão “hipócrita” usada por Jesus soa em nossos ouvidos como algo ruim, negativo, falso, e ninguém gosta de ser chamado por este adjetivo. Por outro lado, atrás dele esconde-se uma advertência de Jesus à comunidade dos discípulos para mostrar que o farisaísmo é uma atitude típica que pode ocorrer também na comunidade dos discípulos dele. São cegos os que não veem com os olhos de Jesus. Apresente a Deus as suas cegueiras, pedindo a graça de olhar com os olhos de Jesus.

- Quais são suas dificuldades para enxergar os outros com os olhos de Jesus? Como enxergar de maneira nova tudo e todos? Qual o melhor caminho para corrigir a hipocrisia frequente na sociedade em que você vive?

- Jesus é o Mestre e o discípulo não tem a pretensão de superá-lo, mas é convidado a transmitir o que dele aprendeu. A pessoa que corrige os outros é convidada a se corrigir e eliminar a trave que a iguala à cegueira para os próprios defeitos.

Ouçamos o poema do Pe. Francys Silvestrini Adão SJ:

“Cura, Senhor,
a cegueira, a surdez e a mudez
do meu espírito
Abre meus olhos, meus ouvidos
minha boca e meu coração
para que eu
reconheça, promova e anuncie
os sinais do Reino que há de vir.”

- Apresente ao Senhor suas cegueiras e acolha o dom de sua cura, que ajuda a enxergar de modo novo cada irmão.

- Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre. Amém.