Você está em:

10 de dezembro, 6ª feira da segunda semana do Advento

Baixar áudio
- Hoje é dia 10 de dezembro, 6ª feira da segunda semana do Advento.

- Neste tempo de Advento, somos convidados a viver à espera ativa de Jesus que veio, vem e virá; é o Senhor quem nos convida à esperança, à conversão e à adesão ao seu Projeto. Tenhamos os nossos olhos abertos e o nosso coração vigilante para reconhecê-Lo e aceitá-Lo naqueles que nos são enviados como mensageiros de Deus, pessoas que nos falam dele, que nos dão bons conselhos. Peça ao Senhor a graça de não andar distraído e muito menos de rejeitar a força do anúncio da Palavra que traz a presença salvadora de Jesus.

-Escuta o Evangelho segundo Mateus Capitulo 11, versículos de 16 a 19:

A quem vou comparar esta geração? É parecida com crianças sentadas nas praças,
gritando umas às outras: Tocamos flauta para vós, e não dançastes. Entoamos cantos de lutos e não chorastes! `Veio João, que não come nem bebe, e dizem: ‘Tem um demônio’. Veio o Filho do Homem, que come e bebe, e dizem: ‘É um comilão e beberrão, amigo de publicanos e de pecadores’. A sabedoria, no entanto, foi reconhecida justa, graças as suas obras.

-Jesus apresenta, a postura de quem não acolhe a proposta de Deus comparando aquela geração descrente, com “crianças amuadas” que não sabem distinguir as coisas e se lamentam por causa de pequenos acontecimentos. Uma geração que não quer aderir ao projeto de Deus através de Jesus Cristo e não consegue perceber os sinais de Deus e a obra que Ele veio realizar. Assim sendo, rejeitam também os seus mensageiros, qualquer razão servia para justificar essa rejeição. Eram pessoas presas as suas ideias e incapazes de se abrirem à proposta do Evangelho. Converse com Senhor sobre o seu modo de perceber os sinais de sua presença no cotidiano da vida.

- O Senhor continua a nos falar através dos profetas de hoje que evangelizam para que acordemos e escutemos a sua mensagem salvífica. Você está atento a sua presença e ao seu anúncio? Julga o comportamento das pessoas ou procura reconhecer nelas o sinal de Deus?

-“A quem vou comparar esta geração?”, diz Jesus no evangelho de hoje. Olhemos nossa própria vida para percebermos que acolhida estamos dando a Palavra salvadora neste tempo propício para crescermos na fé e na esperança, que é o Tempo do Advento. Ouça o que nos diz o Cardeal José Tolentino Mendonça sobre o Advento:

Advento, tempo de espera... Não apenas de um dia, mas daquilo que os dias, todos os dias, de forma silenciosa, transportam: a Vida, o mistério apaixonante da Vida que em Jesus de Nazaré principiou.
Advento, tempo de redescobrir a novidade escondida em palavras tão frágeis como "nascimento", "criança", "rebento".
Advento, tempo de escutar a esperança dos profetas de todos os tempos.
Advento, tempo de preparar, mais do que consumir.
Advento, tempo de repartir a vida, mais do que distribuir embrulhos.
Advento, tempo de procura, de inconformismo, até de imaginação, para que o amor, o bem, a beleza
possam ser realidades e não apenas desejos para escrever num cartão.
Advento, tempo de dar tempo a coisas, talvez, esquecidas:
acender uma vela; sorrir a um anjo; dizer o quanto precisamos dos outros, sem vergonha de parecermos piegas.
Advento, tempo de se perguntar: "há quantos anos, há quantos longos meses desisti de renascer?"
Advento, tempo de abrir janelas na noite do sofrimento, da solidão, das dificuldades e sentir-se prometido às estrelas, não ao escuro.
Advento, tempo para contemplar o infinito na história, o inesperado no rotineiro, o divino no humano, porque o rosto de um Homem nos devolveu o rosto de Deus.

-Termine a sua oração agradecendo ao Senhor que continuamente nos fala através de sua Palavra, de seus mensageiros, dos acontecimentos cotidianos. Peça também a graça de participar do seu Reino de amor com a sabedoria para ouvir e acolher a sua mensagem de vida e salvação.

-Gloria ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, como era no princípio, agora e sempre. Amém.