Você está em:

08 de janeiro, domingo, Solenidade da Epifania do Senhor

Baixar áudio
- Hoje é dia 08 de Janeiro, domingo – Solenidade da Epifania do Senhor.

- Celebramos a Solenidade da Epifania do Senhor, isto é a manifestação pública de Jesus como Salvador de toda a humanidade, simbolizada na visita dos Magos do Oriente, estrangeiros que se puseram a caminho guiado por uma estrela que os conduzia ao encontro de um Menino recém-nascido na cidade de Belém. Este menino veio para a salvação de todos, fato sinalizado pela visita dos magos. Também nós guiados pela estrela de Belém devemos ir ao encontro do Salvador cheios de luz, de alegria e de esperança. Peça ao Senhor a graça de reconhecer e acolher o Filho de Deus que veio habitar entre nós.

- Acolha o Evangelho Segundo Mateus, Capitulo 2, versículos de 1 a 12.

Tendo nascido Jesus na cidade de Belém, na Judeia,
no tempo do rei Herodes, eis que alguns magos do Oriente chegaram a Jerusalém,
perguntando: "Onde está o rei dos judeus, que acaba de nascer?
Nós vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo".
Ao saber disso, o rei Herodes ficou perturbado
assim como toda a cidade de Jerusalém.
Reunindo todos os sumos sacerdotes e os mestres da Lei,
perguntava-lhes onde o Messias deveria nascer.
Eles responderam: "Em Belém, na Judeia,
pois assim foi escrito pelo profeta:
E tu, Belém, terra de Judá, de modo algum
és a menor entre as principais cidades de Judá,
porque de ti sairá um chefe
que vai ser o pastor de Israel, o meu povo".
Então Herodes chamou em segredo os magos
e procurou saber deles cuidadosamente
quando a estrela tinha aparecido.
Depois os enviou a Belém, dizendo:
"Ide e procurai obter informações exatas
sobre o menino. E, quando o encontrardes, avisai-me,
para que também eu vá adorá-lo".
Depois que ouviram o rei, eles partiram.
E a estrela, que tinham visto no Oriente, ia adiante deles,
até parar sobre o lugar onde estava o menino.
Ao verem de novo a estrela, os magos sentiram uma alegria muito grande.
Quando entraram na casa, viram o menino com Maria, sua mãe.
Ajoelharam-se diante dele, e o adoraram.
Depois abriram seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra.
Avisados em sonho para não voltarem a Herodes,
retornaram para a sua terra, seguindo outro caminho.

- A manifestação de Cristo aos Magos é o encontro de Deus com toda a humanidade e da humanidade com Deus. Ele veio para todos mostrando que a salvação não tem fronteiras e ninguém é capaz de detê-la. Embora Herodes com sua astúcia tentou detê-la, falsamente procurou iludir aos magos dizendo-lhes que também queria visitar o recém – nascido. Entretanto, os magos não se deixaram iludir por Herodes e, ao encontrar o Menino, o adoraram; ofereceram-lhe presentes e voltaram por outro caminho. Também nós precisamos encontrar outro caminho quando o que percorremos não nos leva para a vida. Peça ao Senhor a graça de caminhar pelo Seu caminho.

- Os magos se deixam conduzir pela estrela que os guia até Jesus. Herodes tenta desviar o caminho dos magos. Por quem te deixas conduzir no cotidiano da vida? Você tem percebido o que te desvia do caminho da vida?

-Dizem os magos: “Nós vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo".
Os magos oferecem o que tem de melhor: ouro, incenso e mirra. Convida também a nós fazermos o mesmo. Eis o que diz a canção do Pe. Zezinho, ouro, incenso e mirra:

São três reis que chegam lá do oriente
Para ver um Rei que acaba de nascer
Dizem que um é branco, o outro, cor de jambo
O outro rei é negro e que vieram ver.
O novo Rei que nasceu
Igual estrela no céu
O novo Rei que nasceu
Igual estrela no céu
-Dizem que uma estrela muito diferente
Lá do oriente se podia ver
Falam de um cometa, ninguém sabe ao certo
Mas pelo deserto eles vieram ver
-E trazem ouro, incenso e mirra
Pra festejar o novo Rei
Que tem poder e majestade
Que vem do céu, que é de Deus
Que vai sofrer, que vai morrer
E que nos libertará.

- Termina tua oração agradecendo as manifestações de Deus para a humanidade e no seu dia a dia.

- Glória ao Pai, ao Filho e ao Espirito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. amém.