Você está em:

04 de junho, Solenidade da Santíssima Trindade

Baixar áudio
- Hoje é 04 de junho, Solenidade da Santíssima Trindade.

- Ao longo do percurso litúrgico, a Igreja quis, em sua sabedoria, reservar um dia especial para que dedicássemos a glorificar a Trindade Santa. E que, nesse dia nos voltássemos a ela, não a partir de nossas misérias, necessidades e petições, mas que dirigíssemos para esse Mistério o olhar de nossa admiração, gratuita e livremente, a fim de contemplar os segredos de sua beleza, bondade, amor...,Silencie teu coração e comece assim sua oração e contemplação.

-Escuta o evangelho de João, capítulo 3, versículos 16 a 18:

Deus amou tanto o mundo,
que deu o seu Filho unigênito,
para que não morra todo o que nele crer,
mas tenha a vida eterna.
De fato, Deus não enviou o seu Filho ao mundo
para condenar o mundo,
mas para que o mundo seja salvo por ele.
Quem nele crê, não é condenado,
mas quem não crê, já está condenado,
porque não acreditou no nome do Filho unigênito.

-Celebramos o mistério da Santíssima Trindade, a revelação da comunidade de amor que veio até nós. A certeza do amor de Deus-Pai é revelado pela encarnação de seu filho Jesus, pela ação do Espírito Santo. A Trindade que todos os dias fazemos memória quando fazemos o sinal da cruz em nós deve sempre trazer presente esse amor transbordante do Pai pelo filho no Espírito Santo. Esse Amor se materializa na certeza de nossa salvação, no cuidado de um Pai amoroso que jamais abandona uma filha, um filho que ama profundamente. Essa é a Boa Nova deste dia, que grande Alegria celebrar o Amor de Deus por cada um(a) de nós!

-Deus-Pai quer vir ao seu encontro por Amor. Deixe-se interpelar por esse Amor. Você já se sentiu ou sente-se amado por Deus? Experimente esse Amor, permita-se, aceite esse dom gratuito de Deus-Pai, receba de Jesus esse Amor.

-“Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito", diz o evangelho. E Pe Adroaldo Palaoro comenta:
“O Deus revelado por Jesus é Amor e aproximar-nos do Deus Amor é descobrir a Trindade. Em Deus o Amor não é uma qualidade como em nós, mas sua essência. Se Deus deixasse de amar um só instante, deixaria de ser Deus. O movimento que parte do Pai, passa pelo Filho e se consuma no Espírito é um movimento de Amor sem fim. Amor expansivo que envolve o mundo todo, segundo o relato do evangelho deste domingo.”

- Termine sua oração colocando no coração da Trindade seu coração, com suas dúvidas, seu medo de amar, seus sofrimentos, suas incertezas... Peça a Deus que em sua infinita bondade que acolha sua vida, com tudo que ela tem de belo e frágil.

- Gloria ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre. Amém.