Você está em:

Formação de multiplicadores do movimento “BH pelo Parto Normal” na PUC Barreiro

Belo Horizonte faz três vezes mais partos cesarianas do que o recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). De acordo com o organismo internacional, a indicação é de que, no máximo, 15% dos nascimentos sejam feitos por meio de intervenção cirúrgica, como forma de preservar a vida das mulheres. Na capital mineira, o índice chega a 47%, segundo último levantamento da Secretaria Municipal de Saúde, de 2009.

Atento a essa questão, o Curso de Enfermagem da PUC Minas no Barreiro está com inscrições abertas para oficina de formação de multiplicadores do movimento BH pelo Parto Normal. Os interessados no trabalho voluntário devem se inscrever, até esta sexta-feira, 1º de abril, no Apoio às Coordenações (sala 109, prédio 4) ou pelo telefone (31) 3328-9540. Com carga horária de 8 horas e 40 vagas, é aberto a qualquer pessoa interessada em atuar no movimento.

O objetivo é formar multiplicadores para atuar na disseminação de boas práticas de assistência à mulher e ao recém-nascido, além de integrar ações de mobilização social.

Realizado por meio de parceria entre a PUC Minas, a Secretaria Municipal de Saúde e a Escola de Enfermagem da UFMG, a oficina será no dia 2 de abril, das 8h às 12h e das 13h às 17h, na sala 408 do prédio 2. Serão realizadas atividades e dinâmicas em grupos, exposição de vídeos e debates, entre outras.

A PUC Minas no Barreiro está localizada na av. Afonso Vaz de Melo, 1.200, Barreiro de Baixo, Belo Horizonte/MG.

 

Sobre o movimento

O movimento BH Pelo Parto Normal é uma ação de saúde coletiva, instituída e coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde desde 2007, como estratégia de mudança da cultura do parto no nascimento, marcada por intensa medicalização e altas taxas de intervenções desnecessárias, em especial cesarianas, sem indicação precisa. Outras informações no www.pbh.gov.br/smsa/bhpelopartonormal.