Você está em:

Celebrações Eucarísticas marcam dois anos e meio da tragédia crime em Brumadinho

Os dois anos e seis meses do rompimento da barragem com rejeitos de mineração da Vale, em Brumadinho, serão recordados no domingo, 25 de julho, com  Missa em memória das 273 vítimas, em comunidades de fé que integram a Região Episcopal Nossa Senhora do Rosário (Renser).

Dom Vicente Ferreira, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte e referencial da Renser presidirá a Eucaristia, concelebrada pelo padre José Evair,  às 10h30, na Igreja Nossa Senhora das Dores, no Córrego do Feijão – localidade onde ocorreu o rompimento da barragem, no dia 25 de janeiro de 2019. Às 19h, o Bispo celebrará Missa na Igreja Santa Ana, em Aroucas, município de Bonfim.

Em Brumadinho, o vigário episcopal da Renser e reitor do Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora do Rosário, padre Eduardo Lopes,  presidirá a Eucaristia às 19h, no  Santuário.

A Missa poderá ser acompanhada por meio do Facebook da Região Episcopal Nossa Senhora do Rosário (Renser) – facebook.com/regiaorenser.

 

HOMENAGEM ÀS VÍTIMAS

Na manhã de sábado, dia 24, a Renser organiza um memorial em homenagem às vítimas do rompimento da barragem, com apresentação especial de dom Vicente e Banda São Sebastião, na praça da Rodoviária, em Brumadinho.

A programação, que se inicia às 8h e se estende até as 12h,  inclui acolhida e escuta, sarau pastoral, momento de espiritualidade, homenagens em memória das vítimas e o Varal cultural: da denúncia e da saudade.

“Que nosso luto seja verbo
para que em Minas Gerais
não nos reste
apenas ais”
(Dom Vicente Ferreira – 25 é todo dia)