Santuário Arquidiocesano

Ermida da Padroeira de Minas - Basílica da Piedade

08h

15h
09h
15h
09h
15h
09h
15h
09h
15h
09h
15h
09h
15h

Basílica Estadual das Romarias

Domingo
09h30
11h
16h30
Você está em:

Queijo Frei Rosário do Santuário Basílica N.S. da Piedade recebe título especial

A Microrregião Entre Serras foi reconhecida pelo governo de Minas, em abril deste ano, como a 10ª Microrregião Produtora do Queijo Minas Artesanal. É neste território – da Piedade ao Caraça- que encontramos os famosos queijos artesanais dos Santuários Basílica Nossa Senhora da Piedade e do Caraça. A região, explica a pesquisadora Vani Maria Pedrosa, sempre teve uma grande história com o queijo, por ser centro de mineração aurífera, no entanto, a produção mais recente da iguaria começou a partir do Queijo Frei Rosário, que fez fama na Serra da Piedade entre os anos de 1950 e 2000.

Queijo Frei Rosário é maturado em caverna, a mais de 1.700 metros de altitude

O queijo desenvolvido por Frei Rosário, eremita e “guardião” da Serra da Piedade, é maturado em caverna, a 1746 metros de altitude. Trata-se de queijo fresco, vindo da Microrregião do Salitre e desenvolvido em condições ambientais naturais, com uso dos fungos e ácaros locais. O resultado é um produto diferenciado, de sabor sublime. Com o falecimento do saudoso Frei Rosário, em 2002, a produção foi interrompida e retomada em 2012 pela pesquisadora Vani Pedrosa e pelo funcionário do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, Lucas Desidério. O queijo Frei Rosário é reconhecido por seu sabor ímpar pelos peregrinos e por aqueles que visitam a casa da Mãe Piedade – Padroeira de Minas Gerais.
O Queijo do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade é destaque na Revista Profissão Queijeira, publicação dedicada aos queijos especiais em todo o mundo.

 

 

VEJA TAMBÉM