Santuário Arquidiocesano

Ermida da Padroeira de Minas - Basílica da Piedade

08h

15h
09h
15h
09h
15h
09h
15h
09h
15h
09h
15h
09h
15h

Basílica Estadual das Romarias

Domingo
09h30
11h
16h30
Você está em:

Missa pelo Dia de Minas Gerais no Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade será retransmitida para todo país

Missa em homenagem ao aniversário da criação do Estado de Minas Gerais será celebrada no Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas, no dia 2 de dezembro, sexta-feira, às 15h.

A Celebração Eucarística será retransmitida pela TV Evangelizar para todo o Brasil a partir do sinal da TV Horizonte (canal 30 HDTV), e transmitida pelo Canal Mãe Piedade e Rádio América – AM 750.

Minas Gerais

A data de criação de Minas Gerais é 2 de dezembro de 1720. Naquela época, apenas a faixa litorânea despertava o interesse dos desbravadores, mas a descoberta das jazidas de pedras e metais preciosos onde hoje é Minas Gerais desencadeou o processo de colonização do interior. Para facilitar a administração de seus territórios, Portugal criou a Capitania de Minas, marco da criação do estado mineiro, e Vila Rica, atual cidade de Ouro Preto, tornou-se uma das sedes do governo português, a primeira capital de Minas. Hoje, Minas Gerais é o 4º estado de maior território, 3º mais rico e 2º mais populoso do Brasil.

Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais

Também no século 18, o relato de um milagre inspira o português Antônio da Silva Bracarena a viver como eremita no alto da Serra da Piedade. Lá, uma jovem surda avistou Nossa Senhora e, por milagre, passou a falar e a ouvir. O relato motiva a conversão de Bracarena que investiu todos os seus recursos na construção de uma pequena igreja, dedicada a Nossa Senhora da Piedade. O Eremita pediu a seu amigo, Antônio Francisco Lisboa – o Aleijadinho para conceber a imagem da Pietá que ainda hoje está no altar da singela igreja. Trata-se de uma das primeiras obras de arte de Aleijadinho, considerado mestre do barroco mineiro.

O Santuário, ao longo dos anos, consolidou-se como um dos principais centros de peregrinação de Minas Gerais, destacando-se pela história, belezas naturais, arte barroca e integração entre fé e natureza. Em reconhecimento à importância do Santuário, no alto da Serra, para os mineiros, São João XXIII, então Papa da Igreja, oficializou Nossa Senhora da Piedade a padroeira de Minas Gerais, em 1960.

Em 2017, quando foram celebrados os 250 anos de peregrinações ao Santuário da Padroeira de Minas Gerais, o Papa Francisco elevou as duas igrejas do complexo arquitetônico no alto da Serra a basílicas. Um reconhecimento sobre a importância do Santuário para a fé cristã católica.

VEJA TAMBÉM