Santuário Arquidiocesano

Ermida da Padroeira de Minas - Basílica da Piedade

08h

15h
09h
15h
09h
15h
09h
15h
09h
15h
09h
15h
09h
15h

Basílica Estadual das Romarias

Domingo
09h30
11h
16h30
Você está em:

Abertura da exposição “Entre Vestes e Costumes: A Devoção Luziense a Nossa Senhora das Dores” – domingo(6)

O Santuário Arquidiocesano Santa Luzia e o Memorial da Arquidiocese de Belo Horizonte, em comemoração pelos 100 anos da Arquidiocese de Belo Horizonte, promovem a exposição “Entre Vestes e Costumes: A Devoção Luziense a Nossa Senhora das Dores”, a partir deste domingo, 6 de fevereiro, às 17h, na Igreja Nossa Senhora do Rosário, em Santa Luzia.

A mostra reúne cerca de 40 peças utilizadas ao longo dos últimos 50 anos nas tradicionais cerimônias da Semana Santa e no Setenário das Dores de Nossa Senhor realizadas na cidade histórica, localizada a 30km de Belo Horizonte.

Em Santa Luzia, a tradição de vestir a imagem de Nossa Senhora é passada de geração para geração e envolve somente mulheres. As mulheres da cidade representam os muitos devotos e fiéis. É a primeira vez que os 18 conjuntos de vestes, com cerca de 40 peças, são expostos ao público.

Os vestidos, mantos e véus presentes na exposição são utilizados nas cerimônias do Setenário das Dores de Nossa Senhora e da Semana Santa, apresentando uma diversidade de materiais têxteis como veludo, seda e algodão que recebem caprichado acabamento, com bordados e rendas e produzidos na própria cidade ou importados de outros países.

O padre Felipe Lemos de Queirós, pároco do Santuário Arquidiocesano de Santa Luzia, destaca que a exposição representa uma oportunidade para as pessoas conhecerem os detalhes de uma tradição mais que centenária. “Os visitantes vão poder conhecer, pela primeira vez, detalhes de uma rica tradição que representa o cuidado com a memória da cidade de Santa Luzia e é um testemunho da fé dos luzienses”, observa.

Para a coordenadora do Memorial da Arquidiocese de BH, Maria Goretti Gabrich, “a mostra ressalta a devoção do povo mineiro a Nossa Senhora das Dores.

Uma antiga devoção

A devoção a Nossa Senhora das Dores é muito antiga na Igreja Católica, sendo uma interpretação dos  momentos da vida de Maria em que acompanhava o sofrimento de seu filho Jesus a caminho do Calvário. A devoção se desenvolveu entre os séculos XIV e XVI e tornou-se muito popular em Portugal, chegando ao Brasil no século XVIII.

 

A exposição apresenta, em cartões, o registro de todas as peças doadas nos últimos 50 anos pelas famílias de Santa Luzia.

SERVIÇO:

Exposição Entre Vestes e Costumes: a Devoção Luziense a Nossa Senhora das Dores

Abertura: 06/02/2022, às 17h

Visitação: 8 de fevereiro a 25 de março de 2022 (terça a domingo, 8h às 12h e de 13h às 17h)

Local: Igreja de Nossa Senhora do Rosário – Rua Direita, s/nº – Centro Histórico – Santa Luzia/MG

Entrada gratuita

Mais informações: (31) 3641-5050

VEJA TAMBÉM