Paróquia

Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Pedro Leopoldo)

07h

09h30
19h
20h
- Somente a última segunda-feira do Mês- Missa Terço dos Homens
07h
19h
07h
19h
07h
15h
- Terço da Misericórdia (exceto na primeira quinta-feira)
19h
07h
19h
19h
Toda Segunda-feira - Terço dos Homens

20h

Toda Terça-feira - Sagrada Face

15h

Toda Quinta-feira, exceto a 1º quinta-feira quando acontece a Missa da Divina MIsericórdia - Terço da Misericórdia

15h

Todo dia 8 de cada mês - Adoração ao Santíssimo Sacramento

17h

Comunidade São José

Domingo
08h - 1º e 3º domingo de cada mês
Todo dia 19 de cada mês - Missa

20h

Comunidade São Geraldo

Domingo
08h - 2º e 4º domingo

Comunidade Nossa Senhora de Fátima (Magalhães)

Domingo
08h - 2º domingo
Todo dia 13 de cada mês - Missa

20h

Comunidade São Francisco de Assis

Domingo
08h - Todo 1º domingo
Todo dia 04 de cada mês - Missa

19h30

Comunidade São Sebastião

Domingo
15h - Todo 1º domingo

Comunidade Santo Expedito

Segunda-feira
15h - Toda 1º segunda-feira

Comunidade Nossa Senhora de Fátima (Matos)

Sábado
17h - Todo 1º sábado

Comunidade São Judas Tadeu

Sábado
19h - 1º e 3º sábados
Todo dia 28 de cada mês - Missa

20h

Você está em:

Grupo de Assessores da CNBB estuda a acolhida à Exortação “Amoris Laetitia”

O Grupo de Assessores (GA) que serve às comissões episcopais de pastoral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) se reuniu nesta segunda-feira (19), na sede da entidade em Brasília. Na pauta do encontro, destaca-se o trabalho de preparação para a reunião do Conselho Permanente da CNBB que se realizará entre os dias 20 e 21 de junho. Os assessores apreciaram o texto que será avaliado pelo Conselho Permanente sobre a Exortação Apostólica do Papa Francisco, “Amoris Leatitia”. Trata-se de uma orientação do episcopado dirigida ao clero, aos religiosos, aos leigos e leigas a respeito do aprofundamento e a aplicação das linhas de trabalho pastoral sugeridas pela Exortação.

 

A reunião foi presidida pelo secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, e a coordenação do subsecretário de Pastoral, monsenhor Antônio Luiz Catelan. Os assessores foram convidados a participar de um processo, já em curso, de preparação para a Campanha da Fraternidade de 2019. Os temas das Campanhas são sugestões das comunidades, paróquias e dioceses, direcionadas aos regionais da CNBB. Esses temas são apresentados aos bispos. Assim, todos participam do processo de definição das Campanhas. De forma mais concreta, a coleta de sugestões começa no próximo mês de agosto.

VEJA TAMBÉM