Paróquia

Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Pedro Leopoldo)

07h

09h30
19h
20h
- Somente a última segunda-feira do Mês- Missa Terço dos Homens
07h
19h
07h
19h
07h
15h
- Terço da Misericórdia (exceto na primeira quinta-feira)
19h
07h
19h
19h
Toda Segunda-feira - Terço dos Homens

20h

Toda Terça-feira - Sagrada Face

15h

Toda Quinta-feira, exceto a 1º quinta-feira quando acontece a Missa da Divina MIsericórdia - Terço da Misericórdia

15h

Todo dia 8 de cada mês - Adoração ao Santíssimo Sacramento

17h

Comunidade São José

Domingo
08h - 1º e 3º domingo de cada mês
Todo dia 19 de cada mês - Missa

20h

Comunidade São Geraldo

Domingo
08h - 2º e 4º domingo

Comunidade Nossa Senhora de Fátima (Magalhães)

Domingo
08h - 2º domingo
Todo dia 13 de cada mês - Missa

20h

Comunidade São Francisco de Assis

Domingo
08h - Todo 1º domingo
Todo dia 04 de cada mês - Missa

19h30

Comunidade São Sebastião

Domingo
15h - Todo 1º domingo

Comunidade Santo Expedito

Segunda-feira
15h - Toda 1º segunda-feira

Comunidade Nossa Senhora de Fátima (Matos)

Sábado
17h - Todo 1º sábado

Comunidade São Judas Tadeu

Sábado
19h - 1º e 3º sábados
Todo dia 28 de cada mês - Missa

20h

Você está em:

17 de fevereiro: abertura da Campanha da Fraternidade 2018 na Arquidiocese de Belo Horizonte

A apresentação da Campanha da Fraternidade 2018 na Arquidiocese de Belo Horizonte será realizada no dia 17 de fevereiro, sábado, no Santuário Arquidiocesano de Adoração Perpétua – Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, no Bairro Boa Viagem, em Belo Horizonte. A programação começa às 13h (veja abaixo a programação completa) e haverá transporte gratuito saindo de cada uma das Regiões Episcopais da Arquidiocese. Para reservar a sua vaga, entre em contato pelos telefones 3428-8046/ 3423-2187.

Haverá caminhada, em favor da fraternidade, por um mundo menos violento, saindo da Praça Afonso Arinos, no Centro da Capital, em direção ao Santuário Arquidiocesano de Adoração Perpétua – Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, onde serão realizadas apresentações culturais e haverá estandes com resultados dos trabalhos sociais realizados pelas pastorais sociais e instituições da Arquidiocese de Belo Horizonte.

Neste ano, a Campanha tem como tema “Fraternidade e superação da violência” e lema “Vós sois todos irmãos” (Mt 23,8) e tem como objetivo promover a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da Palavra de Deus, como caminho de superação da violência: “Quando a fé cristã é refletida nas ações cotidianas, a violência perde espaço, pois a fraternidade torna-se parâmetro que orienta nossas relações, nosso caminhar. Nesse sentido, acolhendo a convocação da CF-2018, sejamos fiéis discípulos de Jesus – o Salvador. Unidos pela fraternidade, cultivemos sempre, na interioridade, um coração da paz.” diz dom Walmor.

 

Programação:
– 13h – Partida dos ônibus das Regiões Episcopais em direção à Praça Afonso Arinos
– 13h30 – Caminhada em favor da fraternidade, por um mundo menos violento – da Praça Afonso Arinos (entre a rua da Bahia e as avenidas João Pinheiro e Augusto de Lima) até a Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem (Rua Sergipe, 175)
– 17h – Celebração Eucarística na Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem
– 18 –
Encerramento

*Entre 14h e 18h na Praça da Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem:

  • Apresentações culturais: Flávio Renegado, Folia de Reis (Santa Luzia) e Grupo Tambores da Piedade (Caeté)
  • Estandes com resultados dos trabalhos sociais realizados pelas pastorais sociais e instituições da Arquidiocese de Belo Horizonte: economia solidária, direitos humanos, pastorais sociais, saúde pública, democratização da comunicação, soberania popular frente a mineração, defesa de Vargem das Flores (Contagem)

Mensagem do Papa Francisco para a Campanha da Fraternidade:

“O perdão das ofensas é a expressão mais eloquente do amor misericordioso e, para nós cristãos, é um imperativo de que não podemos prescindir. Às vezes, como é difícil perdoar! E, no entanto, o perdão é o instrumento colocado nas nossas frágeis mãos para alcançar a serenidade do coração, a paz. Deixar de lado o ressentimento, a raiva, a violência e a vingança é condição necessária para se viver como irmãos e irmãs e superar a violência. Peço a Deus que a Campanha da Fraternidade deste ano anime a todos para encontrar caminhos de superação da violência, convivendo mais como irmãos e irmãs em Cristo. Invoco a proteção de Nossa Senhora da Conceição Aparecida sobre o povo brasileiro, concedendo a Bênção Apostólica. Peço que todos rezem por mim”.

 

Encontros Bíblicos: A Arquidiocese de Belo Horizonte disponibiliza o subsídio com os Encontros Bíblicos para o tempo da Quaresma e Via-Sacra, com reflexões sobre o tema da Campanha da Fraternidade 2018. Clique aqui e saiba mais.

 

VEJA TAMBÉM