Santuário Arquidiocesano

Santuário Arquidiocesano da Santíssima Eucaristia - Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem

07h

08h30
11h
18h
20h
07h
18h15
07h
12h15
18h15
07h
12h15
18h15
07h
12h15
18h15
07h
12h15
18h15
07h
18h15
Você está em:

Temporada de Concertos – novembro 2018

Temporada de Concertos

Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem

Dando sequência às atividades promovidas pela sua Pastoral da Cultura, a Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem apresenta, no mês de novembro de 2018, uma sequência de três concertos.

Dia 02/11/2018, dia de Finados, o Coro Madrigale e Orquestra Amigos do Madrigale apresentará o Réquiem de Mozart.

Esse concerto se caracteriza como uma homenagem a todos aqueles que já passaram e que se mantêm vivos na memória de todos aqueles que cantam, tocam e assistem à esta impressionante obra do compositor vienense. Um momento de espiritualidade e comunhão proporcionado pelo texto dessa Missa do Descanso com a participação de músicos amigos do coro.

Réquiem, em ré menor, é uma missa fúnebre do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, de 1791, encomendada pelo Conte Franz von Walsegg. Devido à Morte de Mozart, ocorrida em 5 de dezembro de 1791, a obra foi deixada incompleta, sendo completada posteriormente pelos amigos e discípulos de Mozart:

Considerado um dos melhores coros de Minas Gerais e do Brasil, o Coro Madrigale foi criado em 1993 e tem como principais características a excelência técnica e a sonoridade do grupo.  Tanto no repertório erudito quanto no popular, a afinação precisa, a harmonia das vozes e os arranjos trabalhados minuciosamente fazem com que os concertos do Madrigale sejam uma oportunidade de encontro com a emoção.

Regido desde a fundação pelo maestro e diretor artístico Arnon Oliveira, o Madrigale tem abordado, ao longo dos seus 25 anos, um repertório coral e sinfônico-coral que vai desde a Renascença aos compositores contemporâneos.

 

            No dia 06/11/2018, o Coro Madrigale irá apresentar o Concerto Espiritual na Catedral. Esse concerto proporciona à comunidade o contato com o repertório sacro escrito para ser executado por um coro. Nesse mês de novembro, serão apresentadas obras de Van Berchen, Haendel, Mozart, Schubert, Rutter, Hogan e Villa-Lobos

 

            No dia 08/11/2018 será a vez do Copal Lírico de Minas Gerais apresentar um concerto da série “Lírico Sacro” que abrange diversas comunidades eclesiásticas, levando um repertório eclético, de períodos e compositores diversos, proporcionando ao público uma audiência de excelente qualidade através da arte do canto coral.

O Coral Lírico de Minas Gerais, criado em 1979, é um dos corpos artísticos da Fundação Clóvis Salgado.

O Coral lírico de Minas Gerais é o único coro profissional do estado de Minas Gerais, portanto cabendo a ele levar a arte à diferentes plateias, não somente em teatros, mas também em ambientes propícios, formadores de público. O Coral Lírico de Minas Gerais reitera o compromisso cultural e artístico de difundir seu primoroso trabalho, proporcionando uma elevação na formação humana.

 O Coral Lírico de Minas Gerais também é um dos raros grupos corais que possui programação artística permanente e interpreta repertório diversificado, incluindo motetos (composições polifônicas sacras.de origem medieval), óperas, oratórios e concertos sinfônicos corais.

O Coral Lírico de Minas Gerais participa da política de difusão do canto lírico promovida pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Fundação Clóvis Salgado, a partir da realização dos projetos Concertos no Parque, Lírico Sacro, Sarau ao Meio Dia, Lírico ao Meio Dia, Lírico em Concerto, além de integrar as temporadas de óperas realizadas pela Fundação Clóvis Salgado. O objetivo desse trabalho é fazer com que o público possa conhecer e fruir a música coral de qualidade. Também os concertos que o Grupo realiza em cidades do interior de Minas e capitais brasileiras contribuem para a democratização do acesso do público ao canto coral. Já estiveram à frente do Coral Lírico os maestros Luiz Aguiar, Marcos Thadeu, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Ângela Pinto Coelho, Eliane Fajioli, Sílvio Viegas, Charles Roussin, Afrânio Lacerda, Márcio Miranda Pontes e Lincoln Andrade.

Com o intuito de disseminar e difundir a boa música erudita, o Coral Lírico de Minas Gerais vem se apresentando em diversas paróquias da capital mineira. A série “Lírico Sacro” abrange diversas comunidades eclesiásticas, levando um repertório eclético, de períodos e compositores diversos.

Sua atual Regente Titular é Lara Tanaka.