Santuário Arquidiocesano

Santuário Arquidiocesano da Santíssima Eucaristia - Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem

07h

08h30
11h
18h
20h
07h
18h15
07h
12h15
18h15
07h
12h15
18h15
07h
12h15
18h15
07h
12h15
18h15
07h
18h15
Você está em:

festa da Padroeira 2018

Festa da Padroeira

Nossa Senhora da Boa Viagem é uma denominação mariana da Igreja Católica comum em  Portugal e no Brasil. Enquanto naquele país ela é louvada por ser a padroeira dos navegantes, aqui ela se tornou, graças à fé dos tropeiros que transportavam carga pelo interior do país, a protetora dos viajantes e, até hoje, recebe esta menção.

Há mais de 300 anos, Nossa Senhora da Boa Viagem abençoa esta terra. Sob a sua proteção a fazenda Curral Del Rei virou vila, depois arraial, e logo se transformou na capital de um dos principais estados do país.  A festa de Nossa Senhora da Boa Viagem traz  a memória e a identidade da capital mineira.

Nossa Senhora da Boa Viagem é a padroeira de Belo Horizonte desde 1932. O título foi oficializado pelo papa Pio XII, a pedido do cardeal dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Mota. Sua grande festa acontece do dia 6 ao dia 15 de agosto, dia que lhe é dedicado como padroeira. Nesse período são realizadas novenas, missas, a Caminhada com Maria (peregrinação que percorre as igrejas,  com a denominação de Maria, existentes na arquidiocese), quermesse, apresentações  artísticas e culturais e a magnífica procissão luminosa que percorre a área central de Belo Horizonte e termina em frente à igreja, com uma missa campal, que atrai milhares de devotos.

A Festa da Padroeira é um evento que consolida o turismo religioso em Belo Horizonte pela beleza e religiosidade do povo mineiro, e integra o Circuito Turístico da cidade. Neste período a igreja recebe a peregrinação de devotos, que vêm de várias partes da região metropolitana e também de outras localidades.

Nossa Senhora, Companheira em nossa viagem rumo ao céu!

Que gratos temos que ser com Jesus por nos ter dado a sua mãe como companheira da nossa viagem por este mundo rumo ao céu!
Nossa Senhora, cumprindo a vontade de Deus, nos ofereceu o único caminho para chegarmos à terra prometida: O Reino de Deus, aqui na terra e depois definitivo e eterno junto ao Pai.
Para lá caminhamos, para lá avançamos a cada dia… Para chegar ao f m da viagem, não podemos nos desviar do caminho e é por isso que precisamos lembrar o que nossa Mãe e companheira nos fala: “Façam o que Ele lhes disser” (Jo 2,5).
Seguir o Caminho é seguir Jesus, é ouvir a sua Palavra e pô-la em pratica no nosso viver, no dia a dia, nos acontecimentos da família, da Igreja e da Sociedade de hoje. E não só vivê–la, como também, anunciá-la para que, aos poucos, muitos se convertam e, como nós, se coloquem a mudar seu agir e o mundo seja transformado segundo a palavra da Vida, a Palavra de Jesus.Seguir o Caminho, segundo a Palavra de Jesus, nem sempre é fácil, ao contrário é um grande desafio para nós cristãos, porque viver e anunciar os valores do Evangelho, incomoda a muitos, a muitos que são chamados a viver o amor generoso, a compartilhar, a ser mais justos, a se libertar do egoísmo. Tudo isso incomoda hoje, assim como a pessoa e as palavras de Jesus incomodaram a muitos no seu tempo.Mas Nossa Mãe nos consola, nos anima, intercede por nós, para que não fraquejemos, para que nos mantenhamos firmes no Caminho único que nos foi oferecido: Jesus, sua Palavra, sua missão, sua Igreja. Nossa Senhora nos acompanha no desafio de concretizar hoje, neste mundo, nesta sociedade, o Projeto de Jesus: construir o Reino de Deus!
Façam o que Ele lhes diz! E Ele nos mandou celebrar, em sua memória, a Eucaristia, fonte da nossa vida eclesial, onde cada um de nós, reunidos fraternalmente, nos encontramos com Jesus vivo. Na Eucaristia, Ele nos ilumina com sua Palavra e nos alimenta com a sua própria vida. Na celebração adoramos o Cristo, nos unimos com Ele e, no fundo do ser, sentimos como Ele nos envia a oferecer ao mundo um testemunho de fé e de amor. Junto a nós, caminha Nossa Mãe, sempre firme ao lado dos seus f lhos e filhas, os irmãos queridos do seu Filho Jesus!
Como não agradecer a Deus seus tão grandes dons. Digamos sempre como Nossa Senhora: “Minha alma exalta o Senhor, meu espírito se alegra em Deus meu Salvador” (Lc1,46). E nestes dias da Novena de nossa padroeira, acolhamos o que Deus quer nos dar para que, com a Senhora da Boa Viagem, avancemos nos caminhos de Jesus!

Padre Alejandro Fabian do Carmo, sss